segunda-feira, 21/01/2019
Boas Práticas

Em Araçatuba, projeto aproxima pais da vida escolar do aluno 

E.E. José Cândido passou a organizar encontros mensais para estreitar o vínculo com os responsáveis

A escola possui papel fundamental no desenvolvimento de qualquer cidadão. Através dos professores, todos nós aprendemos a importância de estimular e exercitar o senso crítico e a imaginação. No entanto, o ensino do aluno deve ir para além dos muros da sua unidade de ensino. Em casa, é importante que os pais incentivem suas crianças.  

Em Araçatuba, por exemplo, a E.E. José Cândido desenvolveu um projeto para aproximar os pais e responsáveis da vida escolar dos filhos. “Escola de Pais: Mude o olhar para com seu filho” tem como objetivo aprimorar o ensino do jovem por meio do trabalho integrado na escola e em casa. 

“A família tem um papel extremamente importante na construção do sucesso ou do fracasso escolar, à medida que funciona como um grupo afetivo responsável por grande parte da formação cultural e do estabelecimento dos projetos de vida e identidade dos alunos”, explica Cassia Daniela Lóis, professora de Artes e responsável pelo projeto.  

Com essa proposta, todo mundo tende a ganhar. Para a docente, quando a escola une o saber científico à cultura e experiências familiares, consegue ampliar os horizontes dos educandos, possibilitando um melhor desempenho acadêmico para os mesmos e maior afetividade e envolvimento familiar. 

Tudo aconteceu através de encontros mensais de pais, coordenação escolar, professores e convidados. O grupo acompanhou atividades de interação, palestras com especialistas, como psicólogas, psicopedagogas e assistentes sociais, e palestras com parceiros comunitários.  

“Eu acho que quando tem aquela proximidade maior, quando o pai se abre sobre as dificuldades que enfrenta em relação aos estudos do filho, cria-se um laço afetivo e uma relação mais confiável”, esclarece a diretora da escola, Ana Luisa Horta Ayres Pinheiro. 

O “Escola de Pais” foi responsável por integrar e conscientizar a comunidade sobre a importância do trabalho coletivo em prol da aprendizagem. Assim, as famílias passaram acompanhar as tarefas diárias dos estudantes, sensibilizando os responsáveis quanto a um olhar diferenciado e atento aos filhos.