sexta-feira, 27/04/2012
Imprensa

Escola da Família leva planetário e teatro itinerantes a Jumirim

No domingo (29/04), alunos e membros da comunidade da Escola Estadual Professor Jefferson Soares de Souza terão apresentações do Planetário Itinerante e do espetáculo teatral “Encantos do Baú” Alunos e membros da comunidade da Escola Estadual Professor Jefferson Soares de Souza, localizada no município de Jumirim, na região de Itu, poderão assistir gratuitamente no domingo […]

No domingo (29/04), alunos e membros da comunidade da Escola Estadual Professor Jefferson Soares de Souza terão apresentações do Planetário Itinerante e do espetáculo teatral “Encantos do Baú”

Alunos e membros da comunidade da Escola Estadual Professor Jefferson Soares de Souza, localizada no município de Jumirim, na região de Itu, poderão assistir gratuitamente no domingo (29/04) a apresentações do Planetário Itinerante, às 10h, e do espetáculo “Encantos do Baú”, a partir das 14h. Ambos os projetos são promovidos pela Fundação para o Desenvolvimento da Educação (FDE), da Secretaria da Educação, por meio do programa Escola Família.

Planetário Itinerante

Com o tema “Os astros vêm até você, planetário e cinema no Escola da Família”, o Planetário Itinerante leva até os estudantes e a comunidade local a oportunidade de aprender sobre as galáxias. O objetivo é instigar a curiosidade a respeito do universo, além de proporcionar diversão e lazer. A Secretaria da Educação do Estado de São Paulo investirá R$ 260 mil no projeto, que passará por 78 cidades paulistas e deve beneficiar cerca de 500 mil pessoas

Até junho, o planetário visitará 93 escolas estaduais participantes do programa Escola da Família e situadas municípios com menos de 15 mil habitantes, das regiões Sudoeste, Leste-Mogiana e Vale do Paraíba. Esses locais foram selecionados a partir de critérios socioeconômicos, com o objetivo de beneficiar as comunidades que carecem de bens culturais. ”Acrescentar conhecimento à população de uma forma didática e pedagógica é democratizar o saber, levar as descobertas da ciência até as bases”, afirma a chefe do Departamento de Parcerias da Fundação para o Desenvolvimento da Educação (FDE), Ana Maria Stuginski.

Cada unidade de ensino terá cinco sessões, realizadas aos finais de semana pelo programa Escola da Família. O projeto é composto por cinco planetários que trabalham simultaneamente por meio de espetáculos cinematográficos e atividades que visam instigar o interesse do público pelo universo. “O propósito desse trabalho é sensibilizar as crianças a olharem para o céu”, diz Ana Maria.

O conteúdo das palestras deverá abordar assuntos como as fases da lua, as principais constelações e o Cruzeiro do Sul. Cada apresentação dura cerca de 40 minutos e pode ser vista por até 40 pessoas.

Teatro Itinerante

Projeto-piloto da FDE, o Teatro Itinerante tem por objetivo levar espetáculos a escolas da rede estadual localizadas em regiões nas quais o acesso a esse tipo de atividade cultural é escasso. Neste mês, a Cia. 5 Marias já apresentou o espetáculo “Encantos do Baú” em outras três escolas estaduais nas cidades de Arandu, na região de Avaré, Tapiraí, na região de Votorantim, e Pratânia, na região de Botucatu. Foram selecionados municípios com até 15 mil habitantes e com base em aspectos socioeconômicos. As quatro apresentações representam um investimento de R$ 6,7 mil.    

 “Encantos do Baú” nasceu da preocupação das atrizes e educadoras da Cia. 5 Marias com a formação da criança. O objetivo é contribuir para o desenvolvimento do público, que, direta ou indiretamente, é parte integrante do espetáculo, proporcionando uma experiência lúdica e reflexiva a todos.

A peça conta a história de Clara, uma criança que adorava passar o dia brincando com seu videogame. Até que um dia, após uma queda de energia elétrica, ela se vê sem ter o que fazer, com seu brinquedo desligado. Clara começa a procurar o interruptor de luz e se depara com algo nunca visto antes: um baú mágico. Dele sairá tudo o que ela precisa e até mesmo um grupo muito engraçado de portugueses que a faz embarcar em uma viagem encantadora usando apenas a sua imaginação.

Nessa viagem, Clara descobre um universo cheio de personagens e histórias divertidas como “O Boi da Cara Preta”, “O Gigante de Pedra” e “O Cravo e a Rosa” e passa a compreender que a imaginação é o passaporte para um mundo recheado de brincadeiras e cantigas de roda.

Sobre o programa Escola da Família

Desde 2003, o Escola da Família aproxima sociedade e escola promovendo a integração de estudantes, crianças, jovens, adultos e idosos com um trabalho que sociabiliza, diverte e educa. Por meio do programa, as unidades escolares da rede pública de São Paulo são abertas aos sábados e domingos à comunidade local, para realização de atividades voltadas ao esporte, à cultura, à saúde e ao trabalho, os quatro eixos do programa.

As atividades são promovidas com o auxílio de profissionais da Educação, voluntários e educadores universitários e visam a inclusão social, tendo como foco o respeito à pluralidade e uma política de prevenção que concorra para uma qualidade de vida cada vez melhor.