segunda-feira, 03/08/2020
Professores e Funcionários

Escola de Formação de Professores da rede estadual de São Paulo tem nova coordenadora

Raquel Teixeira foi secretária da educação em Goiás, quando estado ocupou primeiro lugar no Ideb; em seu discurso ela reforçou a importância do papel do professor

A Escola de Formação e Aperfeiçoamento dos Profissionais da Educação do Estado de São Paulo (Efape) tem uma nova coordenadora. Raquel Teixeira, que ocupou o cargo de Secretaria Estadual da Educação em Goiás, entre 2015 e 2018, agora está a frente dos trabalhos da Efape e faz parte da equipe de colaboradores da Secretaria Estadual da Educação de São Paulo.

Enquanto ocupou o cargo de secretária em Goiás, o estado se destacou por conquistar o primeiro lugar do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) no ensino fundamental 2 e no ensino médio.

Raquel é graduada em letras pela Universidade de Brasília (UnB) e mestre em linguística pela UnB e pela Universidade da Califórnia, em Berkeley, nos Estados Unidos. É PhD em linguística, e possui pós-doutorado em língua e cultura pela Escola de Altos Estudos de Paris.

“É uma honra para São Paulo tê-la conosco formando esse ‘dream team’ de educadores de ex-secretários de educação ao lado de Rossieli [Soares], que foi secretário no Amazonas e também ministro da educação”, afirmou o governador João Doria, durante a coletiva de imprensa nesta segunda-feira (3), na qual Raquel foi apresentada.

Formação continuada

A Efape foi criada em 2009 com o propósito de contribuir com o desenvolvimento profissional dos servidores da Secretaria Estadual da Educação, com foco na atuação prática e incorporando as novas tecnologias como ferramentas da formação continuada. Os cursos ofertados combinam atividades presenciais e mediadas por tecnologia para mais de 245 mil servidores presentes nos órgãos centrais e vinculados, em 91 diretorias de ensino e em 5.400 escolas.

O secretário da Educação de São Paulo Rossieli Soares também comemorou a chegada de Raquel Teixeira. “Ela se junta à equipe em uma das áreas mais fundamentais que é a formação de professores. Valorizar e apoiar professores é fundamental, caso contrário nada vai andar. A formação precisa ser central. Podemos ser uma referência no Brasil e no mundo em formação de professores e a Raquel Teixeira é uma das mulheres mais competentes com quem eu já tive a oportunidade de conviver.”

Raquel, por sua vez, agradeceu a acolhida e reforçou o papel dos professores na educação.

“Se havia alguma dúvida sobre a importância do papel dos professores essa pandemia escancarou a essencialidade desses profissionais. Assumir, portanto, a Efape, num momento de profundas mudanças e rico em desafios e de possibilidades é uma tarefa que assumo com enorme entusiasmo e confiança nos resultados que podemos obter.”

Para Raquel, o estado de São Paulo é “uma potência enorme que pode ser projetada como referência nacional, com implicações internacionais e ser um exemplo para todo o Brasil.” “Espero poder voltar em breve para falar de avanços.”