quarta-feira, 12/08/2020
Boas Práticas

Escola de São José dos Campos cria biblioteca online com auxílio dos alunos na pandemia

O projeto da sala de leitura Cora Coralina, que há três anos funciona de forma presencial, ganhou uma nova cara por meio da tecnologia

Um grupo de alunos da Escola Estadual de Ensino Integral Prof(a) Márcia Helena Barbosa Lino, localizada em São José dos Campos, cria biblioteca online para dar continuidade ao projeto da sala de leitura Cora Coralina.

De acordo com a diretora da escola, Adriana Ortega Zangari, o projeto da biblioteca online foi pensado pelos próprios estudantes durante as habilidades da competência leitora e escritora, por meio de salas de aula no Google Classroom.

“A sala de leitura virtual surgiu com a atuação dos alunos na sala de leitura física, com acesso diário. Desde quando existe a sala Cora Coralina, os alunos fazem a leitura e, depois, a releitura das obras através do teatro, com engajamento de apresentações e leitura de poemas. Com o isolamento social, eles começaram a sentir a necessidade de manter a sala de leitura, estavam com saudades do projeto e das apresentações para os colegas. Foi então que o aluno Ryan Piehler Soares, do 2º ano do Ensino Médio, conversou com a professora da sala de leitura Cristiane Scarpeto, e juntos decidiram criar a biblioteca online”, ressalta Adriana.

Com as atividades remotas, os alunos começaram a perguntar sobre os livros da sala de leitura. Adriana conta que a vontade de aprender era tanta, que eles queriam ir à escola retirar o item para leitura. “Eu fiquei com isso na cabeça, de que deveria fazer algo. Foi quando o aluno Ryan se disponibilizou a organizar os livros em PDF para a criação da biblioteca online e sugeriu que os vídeos das interpretações fossem enviados de forma remota também. Neste momento montamos o site com algumas abas: vídeos para alunos, para professores, conteúdo pro Enem etc”.

Neste período de pandemia as estratégias foram voltadas para o desenvolvimento do projeto de vida do aluno, “quem sou, o que desejo ser”. Segundo a diretora da escola, foram utilizados processos unindo o autoconhecimento, planejamento e a prática, onde o aluno ao aprender a se conhecer melhor, identifica seus potenciais, interesses e sonhos e consegue definir com melhor clareza suas metas e estratégias para alcançar objetivos.

O projeto da sala de leitura Cora Coralina teve início em 2017, quando a escola se tornou Período Integral.

Para mais informações sobre a biblioteca online, CLIQUE AQUI