terça-feira, 19/04/2022
Notícia

Escola Estadual Culto à Ciência completa 149 anos e recebe visita da Secretária Estadual da Educação

Unidade é referência histórica e pedagógica no Estado e formou personalidades como Santos Dumont e Carlos Zara

Dos 247 anos da fundação de Campinas, a Escola Estadual Culto à Ciência possui 149 de participação ativa na história do município e principalmente na formação de milhares de estudantes. No dia 13 de abril, a escola celebrou mais um aniversário com uma jornada de orgulho para a educação do Brasil, e na segunda-feira, 18, a Secretária Estadual da Educação, Renilda Peres, conheceu a instituição centenária de Campinas.

Renilda Peres, acompanhada pelo dirigente da Diretoria de Ensino da Campinas Leste, Nivaldo Vicente, e do diretor Glauber Maldonado, elogiou a estrutura da unidade, que recebeu pelo PDDE (Programa Dinheiro Direto na Escola) R$ 250 mil, empregados em infraestrutura.

“Uma escola deste porte, com esta arquitetura histórica e investimentos em educação, como os que vemos nos laboratórios de matemática, biologia, química e física, potencializa o aprendizado dos alunos, principalmente aqueles em condições menos favorável”, comentou a Renilda Peres.

Em seus 149 anos a unidade contou com estudantes como, Alberto Santos Dumont – o pai da aviação-, o ator Carlos Zara, o escritor e jornalista Antônio Mendonça de Barros e Júlio de Mesquita – jornalista e fundador do jornal O Estado de S. Paulo –, entre outras personalidades de destaque em diversas áreas de atuação profissional. Hoje a escola integra o sistema estadual de ensino da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo – Seduc-SP. Em 1983, o colégio foi transformado em patrimônio cultural com o tombamento pelo CONDEPHAAT (Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico).

“A importância que a escola tem para os campineiros é grande. Nós tivemos alunos de projeção internacional e, para nós, todos os estudantes têm a mesma importância. Essa escola e as demais unidades de Campinas fazem com que o município seja uma referência de conhecimento e da ciência”, disse do Dirigente Nivaldo Vicente.

Uma das salas que chamou a atenção da Secretária Renilda Peres foi o acervo de prontuários que contém a vida escolar de todos os estudantes que estudaram na EE Culto à Ciência. “É um compromisso com a história individual e da Educação. Cada biografia de cada um dos estudantes fomenta as grandes realizações da Culto à Ciência”, disse.

Excelência pedagógica

A unidade faz parte do Programa Ensino Integral (PEI) e é exemplo em sua comunidade escolar e para a população de Campinas. Sua reputação remete ao seu contexto histórico e trajetória, por acompanhar as transformações do município, por seus alunos que se tornaram grandes personalidades do país.

“Hoje são 480 alunos que ocupam a Culto à Ciência, em tempo integral. Temos filhos e netos de ex-alunos matriculados, de estudantes que passaram por aqui nos anos de 1960, 1970 e que ainda demonstram carinho, respeito e mantém contato constante com a direção e a comunidade local”, disse Glauber Maldonado.

O diferencial da escola, segundo o diretor, é a busca constante na elaboração de projetos e principalmente a atuação da equipe gestora, professores e funcionários. “Eles [equipe] são totalmente comprometidos para proporcionar aprendizagem de qualidade, aos nossos jovens. Todos caminham juntos na busca do melhor para a escola e este é o motivo que ela se mantém tão viva em seu contexto histórico na qualidade de ensino”, finaliza o diretor.

“Tenho orgulho em ser cogestor dessa unidade escolar. A educação campineira, em especial, a praticada nas escolas públicas estaduais, fazem a diferença. Me orgulho cada vez mais de poder participar deste processo educacional e ainda contar com a Culto à Ciência, escola centenária com tanta qualidade de ensino, equipe gestora, professores e todos os funcionários”, completa o Dirigente.