sexta-feira, 11/02/2022
Notícia

Escola estadual de São José dos Campos incentiva participação das meninas em projetos de Ciências

Estudante do 9º ano ficou em terceiro lugar em feira de ciências do Instituto Federal de São Paulo

Em 2015, as Organizações das Nações Unidas (ONU) e a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) criaram o Dia Internacional das Mulheres e Meninas nas Ciências, comemorado no dia 11 de fevereiro. A data foi criada para incentivar a participação das mulheres na área de ciências, tecnologia, engenharia e matemáticas, já que levantamento das entidades aponta que elas representam menos de 30% dos pesquisadores no mundo.

Na Escola Estadual Major Aviador José Mariotto Ferreira, em São José dos Campos, proporcionar aos estudantes um maior contato com as Ciências é uma prática há mais de dez anos. A unidade mantém parcerias com o Instituto Federal de São Paulo (IFSP), que tem um campus na cidade.

“O acesso às ciências favorece a aprendizagem, que acontece de forma prática”, explica Kátia Rabello, professora da área e diretora da escola estadual há 17 anos.

Desde 2019, o professor André Papi orienta os estudantes no desenvolvimento de projetos e na participação em feiras de ciências. Naquele mesmo ano, o IFSP convidou a escola para fazer parte do “Projeto Com Ciência” e mulheres cientistas fizeram palestra de abertura.

“Incentivo os estudantes a realizarem projetos de ciência, tecnologia e inovação. A escola Mariotto tem a característica de aproximar os alunos dessas áreas, como na Mostra Cultural e Científica, que acontece todo ano”, explica Papi, professor de Matemática e Tecnologia.

A aluna Letícia Siqueira Luz Silva é uma dessas estudantes. Em 2019, quando estava no 9º ano do ensino fundamental, ficou em terceiro lugar da feira do IFSP com seu sistema de irrigação automático, que detecta a terra seca e faz a irrigação do solo sem a necessidade de intervenção humana.

“Sempre gostei de fazer projetos de ciências, já fazia quando estudava em outra escola. Quando o professor Papi propôs participar da feira, pensei nesse irrigador, que é bem prático”, explicou a estudante, que agora cursa o 3º ano do ensino médio na EE Major Aviador José Mariotto Ferreira.

A escola se destacou também na Olimpíada Internacional Brasil-China de Matemática e do Conhecimento, com uma equipe formada por seis estudantes, sendo quatro meninas, conquistou a medalha de bronze; e na Olimpíada Brasileira de Astronomia (OBA), da qual participa há 15 anos e contou com 60 meninas na última edição.