quarta-feira, 20/08/2008
Últimas Notícias

Escola estadual representará América Latina em Festival Cultural no Japão

Representantes do governo japonês assistem nesta terça-feira apresentações culturais na escola Representantes do governo japonês visitaram nesta terça-feira, 19 de agosto, a escola estadual Jornalista Wandyck Freitas, em Taboão da Serra, na Grande São Paulo. A delegação, formada por 11 representes do governo da Província de Mie, foi a Taboão para conhecer o modelo de […]

Representantes do governo japonês assistem nesta terça-feira apresentações culturais na escola

Representantes do governo japonês visitaram nesta terça-feira, 19 de agosto, a escola estadual Jornalista Wandyck Freitas, em Taboão da Serra, na Grande São Paulo. A delegação, formada por 11 representes do governo da Província de Mie, foi a Taboão para conhecer o modelo de gestão e os projetos empregados na escola. A unidade foi escolhida pela Secretaria de Estado da Educação e pela prefeitura de Taboão para ser a representante brasileira e da América Latina no Festival Nacional Cultural de Alunos do Ensino Médio Japonês, que acontecerá em Mie, no segundo semestre de 2009.

Iniciado em 1977, o festival jamais recebeu representantes do continente. A província de Mie concentra 40% dos brasileiros que vivem o Japão.

Durante a visita, 17 alunos da Jornalista Wandyck Freitas apresentaram aos japoneses três danças típicas do Brasil: capoeira, fita e forró. Uma delas será exibida em julho do próximo ano, durante o festival no Japão.

Todas as despesas dos alunos e professores brasileiros serão custeadas pelo governo japonês. Apesar de as festividades acontecerem apenas no próximo ano, os ensaios já começaram e acontecem todas as semanas, durante as aulas de artes da escola.

A cultura japonesa e as particularidades de Mie também são descobertas pelos alunos da escola durante as aulas das demais disciplinas. “Todos os cerca de mil alunos estão envolvidos no projeto. Todas as disciplinas estão discutindo assuntos relacionados ao povo japonês durante as aulas”, afirma a dirigente de Ensino de Taboão da Serra, Maria das Mercês Martins Bighetti.

“Além de ser motivo de grande orgulho para a rede de ensino paulista, há um fator de intercâmbio cultural fantástico que propicia um aprendizado riquíssimo aos alunos”, afirma a secretária de Estado da Educação, Maria Helena Guimarães de Castro.