quinta-feira, 20/08/2015
Boas Práticas

Escola obtém sucesso com ações realizadas para o combate ao abandono escolar

Unidade escolar conseguiu reverter em 100% o número de faltas

Reforçando o contato com os pais, oferecendo aulas diferenciadas com maquetes comestíveis e outras atividades que estimulam a presença dos alunos em sala de aula, a E.E. Professora Aracy Leme da Veiga conseguiu reverter em 100% o quadro de alunos que havia abandonado a sala de aula. 

Siga a Secretaria da Educação no Twitter e no Facebook

“A escola tem muitos projetos chamados fontes de energia, em forma de maquetes. Essa aula é muito dinâmica, eles se empolgam muito. Já fizemos uma célula em forma de bolo, foi divertido. Eles preferem essas aulas nais quais trabalhamos em grupo e com atividades lúdicas do que as aulas tradicionais”, comenta Angélica Cavalcante, professora de geografia, que aposta em conteúdos diferenciados e mais atrativos para a motivação dos alunos. 

Segundo a coordenadora pedagógica, dos 13 alunos do Ensino Fundamental II que não frequentavam mais a escola no primeiro bimestre, nove retornaram à sala de aula. Quatro deles mudaram de cidade. “Quando consigo falar com o responsável pelo aluno, chamo para uma conversa pessoal aqui na escola. Assim podemos ter mais contato e entender o que está acontecendo”, comenta Ellen Rode Lopes Santana, coordenadora da unidade escolar. 

A maioria dos alunos que voltaram a frequentar as aulas, conseguiram também reverter as notas. “Minhas notas começaram a melhorar depois que voltei para a escola”, diz contente o aluno do 7º ano, Matheus Vendramel Arão.

“Quando eu voltei melhorou, só inglês e ciências que não, mas a professora passou trabalho pra repor nota e acho que vou conseguir recuperar. Me convidaram para dançar na festa junina e comecei a vir para os ensaios. Foi muito bom, dei muitas risadas. Não vejo a hora de ter as aulas com as maquetes”, finaliza Eduardo Sena do Nascimento, aluno do 7º ano.

Projeto Quem Falta Faz Falta 

A Secretaria da Educação já vêm, ao longo dos últimos anos, empenhando esforços para reduzir ainda mais o número de faltas e assim assegurar o direito de toda criança e adolescente à educação. 

Com o propósito de fortalecer essas ações para o avanço dos índices de presença do aluno em sala de aula, a Secretaria da Educação criou o projeto Quem Falta Faz Falta, no qual reuniu orientações que pretendem auxiliar os educadores a garantirem a frequência dos estudantes. 

Acesse a página do projeto e confira todas as orientações reunidas pela Educação.