segunda-feira, 11/01/2016
Pais e Alunos

Escolas da rede usam o teatro para combater o bullying

Educação leva para as unidades kits para diminuir conflitos entre os alunos

Alunos das escolas E.E. Professor Eurico Figueiredo e E.E. Professora Odila Bento Mirarchi começaram a usar o teatro como uma forma de combater o bullying. Há três anos, os estudantes receberam o kit Sou do Paz, do Insituto Sou da Paz, e desde então as ocorrências na diretoria e brigas entre os alunos vem diminuindo.

Siga a Secretaria da Educação no Twitter e no Facebook

 “Nós recebemos esse kit para trabalhar com os alunos em situações de violência, de bullying que ocorrem no dia a dia escolar. Foi nos apresentada uma série de atividades desta cartilha para desenvolver na mediação junto aos professores da escola. Em seguida, passamos para o grêmio estudantil e assim começamos a trabalhar com os alunos”, diz a professora mediadora da E.E. Professora Odila Bento Mirarchi, Stefânia Patrícia Louro Côrrea.

As atividades com o kit são realizadas pelos professores mediadores em reuniões semanais. Os temas são desenvolvidos em um bate papo com os próprios alunos.

“Em nossa escola, os alunos se reúnem toda semana comigo e vemos qual o tema que vamos abordar no teatro. Eles definem os assuntos, pois são eles quem fazem os atores e atrizes do teatro e dão a voz para o debate em sala de aula”, diz a professora mediadora da E.E. Professor Eurico Figueiredo, Elizabeth Christina de Souza Ramos.

Os estudantes aprovaram o projeto e passaram a enxergar a diminuição da brincadeira de mau gosto. “Achei a ideia muito incrível, porque aqui tinha muito bullying com várias pessoas. O teatro foi uma forma de ensinar que essa prática é uma coisa chata que as pessoas sentem e não enxergam muitas vezes o que o outro está sentindo, acrescenta a aluna da E.E. Professor Eurico Figueiredo, Beatriz Nobre da Silva.

Outros alunos confessam que desde o início das atividades, mudou o comportamento até mesmo em sala de aula. “Eu parei de praticar o bullying porque percebi com o teatro que muitos alunos estavam faltando nas aulas. Comecei a respeitar mais os professores, os colegas, os alunos com deficiência. Hoje sou outra pessoa”, relata a aluna da E.E. Professor Eurico Figueiredo, Karoline Novaes Santos.

Outras atividades são feitas em conjunto com o kit Sou da Paz como exibição de vídeos e bate papo com psicólogos. “A professora nos levou para assistir filmes sobre o que era bullying, e que muitas crianças tiravam a vida por causa de brincadeiras como esta. Uma psicóloga, que também é professora, conversou com a gente e explicou que sofria e relatou como se sentia. Depois disso, muitos alunos da minha sala pararam com esse tipo de atitude”, revela a aluna da E.E. Professora Odila Bento Mirarchi, Gabriela Barbosa Vieira.

Professor Mediador

Neste início de 2015, são 2,7 mil profissionais em atividade, número 133% maior do que o registrado em 2010, quando o projeto começou. As capacitações e treinamentos são oferecidos ao longo do ano e novos profissionais são incluídos ao grupo destes docentes.

Diálogo com o Teatro

Criado em 2011 pelo Instituto Sou da Paz, o projeto Diálogo com o Teatro está inserido dentro da metodologia do Sistema de Proteção Escolar, que visa à prevenção da violência no ambiente escolar. A iniciativa tem como objetivo capacitar professores e gestores para realizar uma intervenção nas escolas na qual atuam usando o teatro como ferramenta para a criação de um espaço de diálogo e prevenção à violência.