quinta-feira, 19/04/2012
Educação Indígena

Escolas indígenas da rede estadual comemoram dia do índio

Mais de 1100 alunos festejam a data com programação que exalta cultura e tradições A pintura no rosto ajuda a relembrar as origens. Roupas e acessórios feitos com penas e madeiras evidenciam que ali é uma aldeia indígena. O ambiente é regado a música, danças, jogos e comida típica. É assim que 137 alunos da […]

Mais de 1100 alunos festejam a data com programação que exalta cultura e tradições

A pintura no rosto ajuda a relembrar as origens. Roupas e acessórios feitos com penas e madeiras evidenciam que ali é uma aldeia indígena. O ambiente é regado a música, danças, jogos e comida típica. É assim que 137 alunos da Escola Estadual Indígena Djekupé Amba, na capital, comemoram o Dia do Índio.

Logo nas primeiras horas do dia crianças, professores e membros da comunidade se preparam para a longa comemoração. Hoje, as salas de aula deram espaço a uma exposição com fotos antigas da comunidade. A cozinha ganhou mais mãos para ajudar a descascar a mandioca e cozinhar o milho, ingredientes essenciais para preparar a comida típica da aldeia guarani. E no pátio, pequenos pés levantam poeira para dançar o ritmo das tradicionais cantigas.

Leia mais: 

Semana do Índio: confira programação especial sobre Educação Indígena

“A escola nos ajuda a manter nossos costumes”

Curso universitário já é realidade para comunidade indígena

Em iniciativa inédita, Secretaria lança cartilha de alfabetização em Guarani

Bolinho típico e milho verde estão entre os quitutes da merenda escolar indígena

Construção e ampliação de escolas estão entre os investimentos em Educação Indígena

Educação Indígena: relembre o conteúdo especial em comemoração ao Dia do Índio

“O dia de hoje é reflexo do que ensinamos para eles durante todo o ano. Ressaltamos a importância das nossas músicas, danças e jogos. Mostramos para eles que é preciso ter um bom relacionamento com a natureza”, afirma a vice-diretora da escola, Jadiacir Fernandes.

Para quase 820 mil índios espalhados pelo solo brasileiro o dia é muito mais do que uma data comemorativa. “Queremos valorizar nossa cultura e ajudar a diminuir o preconceito. Se o não indígena entender a nossa cultura e tiver o olhar do índio, haverá menos preconceito”, acredita a professora mais antiga da escola, Poty Poran.


História

O Dia do Índio foi criado em 1943 pelo presidente Getúlio Vargas em homenagem ao Primeiro Congresso Indigenista Interamericano, realizado no dia 19 de abril de 1940. O evento reuniu autoridades governamentais e líderes indígenas. Durante o  congresso foi criado o Instituto Indigenista Interamericano, que tem como objetivo principal cuidar dos direitos dos indígenas na América.