terça-feira, 22/08/2017
Crédito: Foto Lailson Santos
Professores e Funcionários

Escritora cria blog que visa educar por meio da difusão de valores

O ABC da Vida fala sobre temas como inclusão e intolerância e é ótima ferramenta para os professores

Os professores da rede estadual sempre procuram formas diferentes para tornar o ensino cada vez mais atraente para o aluno. Com isso, hoje damos uma dica que se tornará forte aliada nessa incessante busca, o blog ABC da Vida. Betty Milan é paulista e autora do site. Como escritora produziu romances, ensaios, crônicas e peças de teatro. Suas obras passeiam pelo mundo, publicadas com selos da França, Espanha, Portugal, Argentina e China, além do Brasil.

Siga a Secretaria da Educação no Twitter e no Facebook

O ABC da Vida tem um propósito educativo, mas não fala diretamente do tema educação. O site aborda, por meio da difusão de valores, temas que são importantes para a formação dos professores e alunos para a sua educação sentimental. Por exemplo, no texto “A escuta humaniza e permite superar a intolerância” a autora cita Freud para falar sobre a importância do combate à homofobia.

No texto com o título “A verdadeira beleza é a da inclusão”, Betty Milan consegue, em pouquíssimas palavras, narrar uma lembrança que teve sobre o carnavalesco Joãozinho Trinta e sua passagem pela avenida sobre uma cadeira de rodas, o que a fez pensar que o Carnaval é bem mais do que somente samba no pé – ele é a grande festa da inclusão.

Mas, Betty Milan não se conecta ao seu público utilizando apenas a arte de escrever. Para dar uma incentivada na curiosidade do leitor, a autora solta vídeos exclusivos, de até 40 segundos, onde fala sobre o post da semana. Nas gravações, sempre diretamente relacionadas aos textos, ela é capaz de fazer o internauta divagar sobre o tema.

Mais sobre Betty Milan

Colaborou nos principais jornais brasileiros e foi colunista da Folha de S. Paulo, Revista Veja e da Veja.com. Trabalhou para o Parlamento Internacional dos Escritores, sediado em Estrasburgo, na França. Em 1998 e 2015 foi convidada de honra do Salão do Livro em Paris. Em 2014, representou a literatura brasileira contemporânea na Feira Internacional do Livro de Miami (EUA). Antes de se tornar escritora, formou-se em medicina pela Universidade de São Paulo e especializou-se em psicanálise na França com Jacques Lacan. Betty lecionou no departamento de psicanálise da Universidade de Vincennes, França.

No início dos anos 2000, Betty criou o programa educativo Projeto Amizade no Terceiro Milênio, com o objetivo de difundir os valores da amizade a fim de educar para a não violência. Nesse projeto havia dois livros de Betty: O Clarão, com suplemento especial para o professor, e A Cartilha do Amigo, voltada para a reflexão sobre o tema da amizade. Além dos livros, foi realizada uma exposição nas bibliotecas das capitais do país.