quarta-feira, 21/08/2019
Boas Práticas

Estudantes do Projeto Guri farão intercâmbio em três países

Jovens, com idades entre 18 e 25 anos, são de cidades do interior e do litoral paulista

O sonho de fazer um intercâmbio se tornou realidade para seis estudantes do Projeto Guri, maior programa sociocultural brasileiro, mantido pela Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo.

Selecionados pelo MOVE (Musicians and Organizers Volunteer Exchange) – programa de intercâmbio para músicos criado pela JM Norway e promovido no Brasil pela Amigos do Guri – Luana Paula Carvalho e Mariana Silva ficarão no Malawi; Jhenifer Costa e Meliely Sousa irão para Noruega; e Rafael Soares e Wannie Ramos serão recebidos em Moçambique.

Os participantes viajam no dia 20 de agosto e, durante 15 dias, devem participar de um processo de capacitação em Oslo, na Noruega, junto com intercambistas de diversas partes do mundo. Esse período tem como objetivo prepará-los para compreender melhor a sociedade em que irão atuar como voluntários e entender os conceitos que estruturam o MOVE e a FK Norway – Fredskorpset – forças de paz da Noruega. Após o período de adaptação, cada dupla seguirá para seu respectivo destino. A jornada será de agosto de 2019 até junho de 2020.

Os escolhidos são alunos, ex-alunos e funcionários do Projeto Guri. Para ingressar no MOVE os inscritos passaram por uma fase de entrevistas e testes, e foram eleitos segundo os seguintes critérios: responsabilidade, habilidade musical, comunicação e atributos pessoais. Dez candidatos participaram da fase de seleção.

O Musicians and Organizers Volunteer Exchange (MOVE) é um programa de intercâmbio criado pela JM Norway, membro da JMI – Jeunesses Musicales International (associação sediada na Bélgica que reúne diversas organizações musicais em cerca de 70 países), em parceria com a instituição musical Music Crossroads, do Malawi e de Moçambique.