terça-feira, 07/07/2020
Pais e Alunos

Feira de profissões online promovida por escola de São Bernardo auxilia o aluno na escolha da carreira

De forma virtual, os estudantes do 9º ano do Ensino Fundamental ao 3º ano do Ensino Médio da Escola Estadual Ismael da Silva Júnior, seguem orientações do curso que pretendem fazer na faculdade

A Escola Estadual Ismael da Silva Júnior, localizada em São Bernardo do Campo, no ABC paulista, está promovendo encontros neste mês de julho entre alunos, professores da escola e docentes de universidades para auxiliá-los na escolha profissional.

“Desde que começou o processo de suspensão das aulas presenciais, temos conversado com os estudantes do 3º ano sobre a importância da realização do Enem. Uma solução interessante que nós achamos foi pelo Google Meet, com essa feira de profissões. No ano passado, as faculdades montaram stands com ciclo de palestras sobre o interesse profissional dos alunos, e a gente quis continuar isso de forma online”, ressalta o coordenador da unidade, João Pires Filho.

Logo no início do ano, a escola fez um levantamento das profissões que os alunos mais se interessavam. São elas: medicina veterinária, direito, engenharia, pedagogia, teatro e história. Depois disso foi feito um cronograma com as faculdades parceiras da região do ABC que pudessem atender às dúvidas da garotada. Participam do encontro palestrantes da Universidade São Caetano do Sul, Orienta – um grupo de faculdades controlados por FMU e Anhembi Morumbi, Faculdade de Diadema, Fundação Santo André, UFABC, Anhanguera, Unip.

O primeiro dia de palestras foi no último dia 02/07 e contou com a participação de um psicólogo para falar sobre o papel das profissões no pós-covid. “Abordamos sobre o que podemos esperar desse novo normal na perspectiva do adolescente. A palestra foi ministrada pelo professor universitário da UFABC, Daniel Luiz Romero.

Os próximos encontros vão acontecer dia 09/07, sobre Medicina Veterinária, dia 16/07, sobre Direito, dia 23/07, sobre Engenharia e dia 30/07 sobre Pedagogia.

Os alunos que tiverem interesse devem responder a uma planilha no Google Forms e a participação dos estudantes gera um certificado. De acordo com o coordenador, isso é muito importante para o currículo do aluno, principalmente do 3º ano. “A nossa grande preocupação é essa continuação do aluno na universidade pública, por isso damos esse incentivo para auxiliá-los na decisão da profissão correta a ser seguida”, ressalta.

De forma presencial, a escola realiza permanentemente bate-papos entre ex-alunos e aqueles que estão no último ano do ensino médio para troca de experiências, evento que já virou tradição.