sábado, 08/06/2019
Avisos de Pautas

Festival gastronômico do Memorial da América Latina recebe vacinação gratuita

Doses de vacina contra gripe, sarampo e febre amarela estarão disponíveis neste sábado (08), das 11h às 16h

O Festival Gastronômico que acontece no Memorial da América Latina neste sábado (08) será palco também de uma ação de vacinação contra gripe, sarampo e febre amarela, promovida pela Secretaria de Estado da Saúde.  Entre às 11h e 16h, serão ofertadas 2.100 doses de vacinas contra as três doenças, no total.

Para se vacinar, é preciso levar a carteira de vacinação e um documento de identificação com foto. “Estar com a carteira de vacinação em dia é extremamente importante. Aproveitamos este evento para que as pessoas aproveitem a oportunidade de atualizar a carteira vacinal e, assim, fiquem protegidos contra essas doenças”, afirma a diretora de Imunização, Dra. Helena Sato.

Professores e estudantes da rede pública entre 1 ano e meio e até 29 anos poderão receber doses contra sarampo. A vacina da febre amarela será disponibilizada apenas às pessoas que ainda não estão imunizadas contra o vírus. Quem já recebeu a dose está imunizado para toda a vida com apenas uma dose, conforme indica o PNI (Programa Nacional de Imunizações).

A Educação, em parceria com a saúda, promoveu campanha de vacinação contra a gripe nesse ano, em especial para pessoas que estão dentro do chamado “grupo prioritários”, como os professores, que lidam com muitas pessoas ao longo do dia. Quem já tomou a vacina da gripe na campanha de 2019 não precisa se vacinar; porém, caso a pessoa tenha tomado há mais de um ano, a recomendação é para que aproveite a oportunidade e fique imunizado contra os vírus Influenza predominantes neste ano (A H1N1, A H3N2 e B).

“Pedimos aos professores das redes pública e privada de ensino que deem o exemplo e tomem a vacina, o que ajuda a proteger a saúde deles próprios, dos estudantes e de todos os colaboradores da área de ensino”, afirma o Secretário de Estado da Saúde, José Henrique Germann.

A ação acontecerá na marquise do Memorial da América Latina, próxima ao portão 8. Estarão mobilizados doze profissionais de saúde do Centro de Vigilância Epidemiológica (CVE), posicionados na marquise do Memorial.