quinta-feira, 15/04/2004
Últimas Notícias

Fim de semana especial para jovens voluntários

No dia 3 de abril, Sérgio Carlos Manoel pôde sentir como é ter um esforço reconhecido: foi um dos voluntários homenageados durante evento na E.E. Álvaro Guião, da Diretoria de Ensino de Andradina. Sérgio recebeu das mãos do secretário de Educação do Estado, professor Gabriel Chalita, uma homenagem que consagrava todos os jovens voluntários que […]

No dia 3 de abril, Sérgio Carlos Manoel pôde sentir como é ter um esforço reconhecido: foi um dos voluntários homenageados durante evento na E.E. Álvaro Guião, da Diretoria de Ensino de Andradina. Sérgio recebeu das mãos do secretário de Educação do Estado, professor Gabriel Chalita, uma homenagem que consagrava todos os jovens voluntários que doam seu tempo de forma espontânea em benefício de um grupo, causa ou da sua própria comunidade. No caso de Sérgio, suas aulas de capoeira – dadas na própria escola onde ocorreu o evento – ajudam outros jovens a se socializar, desenvolver uma atividade física e participar de um encontro que resgata a cultura do nosso país.

Assim como Sérgio, outros tantos jovens se dedicam ao voluntariado. Para eles foi criado um Dia Global do Voluntariado Jovem, evento mundial de enorme impacto social que conta com o apoio institucional da Unesco e com o reconhecimento do Programa de Voluntários das Nações Unidas. O programa Escola da Família, que apoia esta prática desde a sua implementação, estimulando, reconhecendo e valorizando o esforço destes voluntários, fará um final de semana especial dedicado a eles. O Dia Global do Voluntariado Jovem é comemorado nos dias 16, 17 e 18 de abril.

Mais exemplos

Exemplos como o de Miriam Aparecida Roveres mostram que é essencial acreditar nos seus sonhos. Miriam é diarista e cuida, desde cedo, da casa dos outros. Neste ano, virou aluna do curso de Letras e pretende conciliar a dedicação que já tem pela escola com o auxilio para completar a graduação. Enquanto não consegue uma bolsa de estudos, ela continua dedicando seus finais de semana ajudando outras pessoas a conquistarem seus sonhos. Miriam desenvolve projetos na E.E. Walter Carrer, DE de Botucatu, voltados para a alfabetização, recreação e dramatização de histórias infantis levando para as pessoas que a rodeiam um mundo onde ainda existem magia e encanto.

Outros casos demonstram como uma iniciativa individual pode servir como pontapé para grandes ações. Marcos Rodolfo Feliciano começou sua oficina de Linguagens de sinais na E.E. Walter Carrer. Com o objetivo de trabalhar a inclusão de forma concreta, mostrando para as pessoas e para o próprio deficiente o seu valor, ele aproveita os finais de semana para abrir horizontes. Sua idéia foi tão bem aceita que atualmente a própria DE de Botucatu oferece um curso de Linguagens de Sinais aos seus Educadores Profissionais, na tentativa de conscientizar um número cada vez maior de pessoas sobre o assunto.

O programa Escola da Família, através das Coordenações Regionais, homenageia seus jovens voluntários neste final de semana, dias 17 e 18. Além de homenagear, a intenção é ressaltar a importância e o impacto desta ajuda para o andamento do programa e, independentemente da data, estimular a adesão de novos jovens como multiplicadores de cidadania e solidariedade.

Ana Paula Teixeira