terça-feira, 06/11/2012
Últimas Notícias

Grêmios Estudantis têm papel importante no relacionamento escolar

  Passando de sala em sala, um grupo de alunos convoca os colegas da E.E. Dr. Murtinho Nobre, na zona sul da capital, a participarem das atividades e comemorações que vão acontecer nos próximos meses. A turma representa o grêmio “Jovens Juntos pela Escola”, chapa que foi eleita pelos estudantes da unidade e, desde então, […]

20121106_grmios_620 

Passando de sala em sala, um grupo de alunos convoca os colegas da E.E. Dr. Murtinho Nobre, na zona sul da capital, a participarem das atividades e comemorações que vão acontecer nos próximos meses. A turma representa o grêmio “Jovens Juntos pela Escola”, chapa que foi eleita pelos estudantes da unidade e, desde então, tem movimentado a rotina de todos.

Conheça a página da Secretaria da Educação no Facebook

“Nós desenvolvemos projetos de combate ao bullying, de preservação do patrimônio público, para conscientizar os alunos de que a escola é nossa e não podemos destruí-la. Além disso, produzimos o jornal da escola, algumas festas, como a comemoração de fim de ano e do Halloween”, conta Camila Ferreira, vice-presidente do Grêmio Estudantil.

Matrículas abertas para cursos de alemão, espanhol, inglês, italiano, francês

Dez escolas da zona leste terão projeto que une futebol e educação

As propostas de atividades e a interação dos integrantes do Grêmio com os demais alunos são fatores que ajudam no relacionamento entre todos na unidade de ensino. De acordo com a professora mediadora da unidade, Cristina Sahba, essa proximidade entre os estudantes é um dos pontos fortes do trabalho da chapa. “Quando um aluno fala para o outro aluno o olhar é diferente, a linguagem é a mesma”, comenta.

Os grêmios estudantis, que completaram 27 anos de existência no último dia 4, são incentivados pela Secretaria da Educação por meio do Núcleo de Articulação e Iniciativas Junto a Pais e Alunos (NUART). Atualmente, mais de 3,3 mil escolas estaduais contam com representantes eleitos pelos demais alunos. “O Grêmio Estudantil é um colegiado fundamental para uma escola cidadã, porque permite o protagonismo juvenil e o primeiro exercício de cidadania na sociedade”, afirma Eliane Cecílio Jorge, diretora do NUART. “Além disso, o Grêmio será um órgão reconhecido de apoio à Direção Escolar”, explica.

De acordo com o núcleo, os alunos e gestores que quiserem formar um grêmio em sua escola devem seguir alguns passos simples. O primeiro deles é organizar uma comissão, que deverá esclarecer aos estudantes quais as funções do grêmio dentro da escola. A comissão, que deve ser formada por representantes escolhidos pelos alunos, ainda terá a função de elaborar um estatuto e organizar a eleição, a apuração dos votos e a posse da chapa eleita.  

Alunos se reúnem em Guarulhos para “Festival em Busca da Paz”

Canal da Educação no Youtube atinge cerca de 9 mil horas de vídeos assistidos