terça-feira, 12/06/2018
Crédito: A2img / Mastrangelo Reino
Ensino Fundamental

Gremistas ganham nova chance e entendem que “menos é mais”

Mesmo não realizando todas as promessas de 2017, chapa é reeleita para a continuidade dos trabalhos

Um Grêmio fortalecido não nasce pronto. O processo de tentativa e erro é bastante comum. E um fator determinante é a pouca experiência de vida, tendo em vista que a maioria dos gremistas não tem mais do que 17 anos. Mas, ter uma segunda chance pode mudar toda a história de uma geração escolar. Na EE Francisco Milton de Andrade, em Guarulhos, foi exatamente isso que aconteceu. A Chapa CMR – Crescer, Melhorar e Renovar teve uma nova oportunidade para fazer a diferença.

“Ano passado nosso trabalho não foi muito positivo, pois deixamos muitas propostas sem conseguir realizar. Mas, creio que passamos uma certa impressão de confiança e, mesmo não entregando um trabalho perfeito, conseguimos vencer as eleições”, conta o presidente do Grêmio, Renan Anselmo Pereira.

A estratégia para 2018 foi diminuir a quantidade de propostas e, também, o grau de dificuldade para a concretização de cada uma delas. Com isso, desenvolveram sete projetos: duas campanhas, a do agasalho e a do óleo; dois campeonatos interclasses, o masculino e o feminino; o cinemão; a reciclagem de lixo; e o correio elegante.

Com toda essa experiência, Renan explica que no início não existia nele a vontade de ser gremista, mas tudo mudou. “Olha, é meu segundo ano no Grêmio. Eu não era muito chegado com essas coisas de política, não conhecia muito e até achava chato. Aí comecei a entender mais e passei a gostar”, esclarece o presidente.

São poucas atividades, mas toda a energia dos estudantes estará a cargo de cada uma das iniciativas. “A ideia é que o pessoal se lembre dessas atividades. Esse ano faremos tudo com calma e com perfeição, para não ficar nada mal organizado”, esclarece o gremista.

Segundo Renan, o maior cuidado que uma chapa deve ter, ao ser formada, é a escolha dos alunos para a sua integração. “É bom ter alunos que ajudem a trazer votos, mas os comprometidos são os mais importantes”, enfatiza Renan, como forma de ajudar os estudantes de outras escolas que buscam montar uma chapa.

Lucas Macário Silva é uma dessas pessoas comprometidas citadas por Renan. Esse é seu primeiro ano como gremista, e ocupa o cargo de Diretor de Imprensa. Sob sua tutela está a importante missão de divulgar os projetos que serão desenvolvidos na unidade escolar. “É o meu primeiro ano como gremista, e para mim é algo novo e muito interessante. Nós nos sentimos importantes em poder fazer parte de um órgão escolar como Grêmio Estudantil”, afirma.

Lucas avalia que as tarefas estão correndo tudo bem, até agora. E o garoto, em pouco tempo, consegue entender a importância dos gremistas para a comunidade escolar. “Os gremistas ficam na escola para auxiliar com algumas tarefas, e isso me fez enxergar o quão importante é valorizar cada funcionário”, explica.

Com a nova postura, de diminuir as atividades para conseguir chegar mais longe, além de fortalecer o Grêmio, o ambiente interno se transforma. “Eu acho que até o convívio entre os alunos deve melhorar, pois todos podem ajudar e participar. Ou seja, eu acho que com essa estratégia o Grêmio pode ser fortalecido. É como a nossa diretora, a Elaine, disse, é melhor fazer três propostas, mas bem-feitas”, conclui Renan.