sexta-feira, 07/06/2019
Alimentação Escolar

Hoje (07) é o último dia de inscrições no concurso Escola em Quadrinhos

Trabalhos devem ser encaminhados para a Diretoria de Ensino de cada região

Termina hoje, sexta-feira (07) o prazo para envio de redações e trabalhos para o concurso Escola em Quadrinhos. Voltado para todas as turmas da Educação Básica, como o Ensino Fundamental e o Ensino Médio, o concurso é uma ação inédita para promover temas de grande importância para a sociedade, como saúde e hábitos alimentares, por meio dos clássicos personagens desenvolvidos por Mauricio de Sousa.

O envio é feito via email ou carta para as Diretorias de Ensino

Para participar é preciso organizar grupos de 3 a 5 estudantes. Eles devem desenvolver uma história em quadrinhos com os já conhecidos personagens Mônica, Magali, Cebolinha, ou criar novas figuras. “Os estudantes entram em contato com conteúdos sobre alimentação saudável e transformam tudo isso em quadrinhos. A atividade estimula também o trabalho em grupo, o passo a passo de um quadrinho e muito sobre os alimentos”, explicou Cristina Mabelini, coordenadora da EFAPE.

O importante é abordar, na narrativa da história, temas relacionados alimentação saudável. Pode ser receitas, conscientização ou até exemplos de como a alimentação saudável pode mudar vidas.  “O concurso promove, através do desenho e também da Turma da Mônica, a importância da alimentação saudável e bons hábitos alimentares”, explica Rosana Guerreiro Andrade, dirigente de ensino da região Norte 2. Serão aceitos até três trabalhos de cada unidade escolar.

Com o fim dos envios para as diretorias de ensino, o concurso segue agora com o cronograma de envio e seleção dos trabalhos finais, como descrito abaixo:

  • 08/06 a 19/06: Diretorias de Ensino fazem seleção dos trabalhos e enviam escolhidos para a sede CRE Mário Covas.
  • 20/06 a 18/07: comissão julgadora seleciona o melhor trabalho de cada categoria.
  • 19/07: divulgação dos resultados

Recepção da rede foi positiva

O concurso foi recebido com grande alegria por professores e estudantes no evento de lançamento, em abril, em uma escola na Zona Norte da Capital. “Eu aprendi a ler muito jovem e em grande parte pelos gibis da Turma da Mônica, do Bidu e de outros personagens”, pontuou o secretário Rossieli Soares no evento. “Gostaria de agradecer ao Maurício de Sousa e ao instituto por estarem aqui conosco”, completa.

Quem roubou a cena foi Mauricio de Sousa. Aos 84 anos, esbanjou vitalidade, carinho e simpatia ao dar aulas de desenho para os mais de cem estudantes presentes, além de autógrafos e fotos. E ainda deu o tom dos trabalhos:  “Já viram que a Mônica está sempre comendo? Aqui ela aprendeu que é preciso respeitar os horários da refeição e procurar alimentos saudáveis”.