quarta-feira, 01/06/2005
Últimas Notícias

Iniciação Científica mobiliza alunos de Piracicaba

Na última semana de maio a EE Sud Mennucci, em Piracicaba, interior do Estado, foi sede de uma das etapas do I Encontro de Iniciação Científica do ensino médio (ENIC). O objetivo do Encontro foi despertar no aluno o interesse pelas Ciências, propiciando oportunidade de vivência na pesquisa, divulgação por meio de desenvolvimento e socialização […]

Na última semana de maio a EE Sud Mennucci, em Piracicaba, interior do Estado, foi sede de uma das etapas do I Encontro de Iniciação Científica do ensino médio (ENIC).

O objetivo do Encontro foi despertar no aluno o interesse pelas Ciências, propiciando oportunidade de vivência na pesquisa, divulgação por meio de desenvolvimento e socialização de projetos de iniciação cientifica. Ao mesmo tempo, possibilita aos professores a associação entre ensino e pesquisa, contribuindo para a compreensão da dimensão interdisciplinar no currículo escolar.

A iniciativa é uma parceria da Diretoria de Ensino de Piracicaba com a Universidade Metodista de Piracicaba (UNIMEP) e o Colégio Piracicabano.

 

 

 

 

 

A Orientação Técnica sobre Aspectos Estruturais do Trabalho Cientifico foi ministrada por uma profissional do Colégio Piracicabano. Com a intenção de instrumentalizar os professsores, foram realizadas oficinas nas áreas de Ciências da Natureza, Matemática e suas Tecnologias, Ciências Humanas e suas Tecnologias e Linguagens e Códigos e suas Tecnologias.

As próximas etapas serão: oficinas com professores e alunos, entrega dos trabalhos à comissão Cientifica, seleção, divulgação no I ENIC e a confecção de um CD com os trabalhos escolhidos. Fazem parte da Comissão Científica, as assistentes técnicas pedagógicas de Ciências Naturais, Rita de Cássia Toffanelli Prates (Ciências Naturais) e Silvia Helena Sola Gimenes (Ciências Humanas).

De acordo com as ATPs integrantes da comissão, a Educação Básica, particularmente o Ensino Médio, necessita abrir espaços para a vocação científica, preparar os alunos para participarem e viverem ativamente como cidadãos num mundo em que conhecimentos científicos básicos se tornam cada vez mais necessários.