quinta-feira, 11/07/2013
Sociedade

Instituições técnicas já podem consultar resultado de credenciamento do Vence

A relação dos colégios habilitados foi publicada no Diário Oficial do Estado, no último dia 6

As instituições de ensino técnico interessadas em oferecer os cursos do programa Vence já podem conferir o resultado do credenciamento. A relação dos colégios habilitados foi publicada no Diário Oficial do Estado, no último dia 6. A lista completa também pode ser consultada aqui.

A partir da data da publicação, as instituições que desejarem apresentar recurso devem fazê-lo no prazo de até cinco dias úteis, ou seja, até o dia 17 de julho. A previsão é que o parecer final sobre os pedidos de revisão ocorra até 30 de julho.

Com o credenciamento dos novos parceiros, serão oferecidas mais 20 mil vagas para estudantes que desejam aliar o Ensino Médio à educação profissional. A expectativa é que as inscrições para os jovens sejam abertas em agosto. Vale lembrar que o programa, implantado no ano passado, já atende 37 mil alunos, em 336 cidades distribuídas pelo Estado de São Paulo.

Educação profissional

O objetivo do Vence é articular o Ensino Médio regular da rede estadual à educação profissional técnica. O programa é oferecido aos alunos das escolas estaduais por meio de duas modalidades, concomitante e integrada.

Siga a Secretaria da Educação no Twitter e no Facebook

Na primeira delas, concomitante, o aluno frequenta o Ensino Médio em uma das mais de cinco mil escolas da rede e o ensino técnico em uma das instituições credenciadas, em outro período. Pela segunda modalidade, a integrada, os alunos frequentam o Ensino Médio em um curso regular integrado ao Ensino Técnico nas escolas estaduais. Esses cursos são ministrados em parceria com o Centro Paula Souza e o Instituto Federal de São Paulo.

Os cursos técnicos oferecidos pelo Estado no modo concomitante são distribuídos em 10 eixos tecnológicos estabelecidos pelo Ministério da Educação (MEC) em diferentes setores da economia, como sucroalcooleiro, automação industrial, análise clínica, logística, informática, entre outros.