terça-feira, 14/10/2014
Pais e Alunos

Jovem que sonha em ser secretário da Educação se encontra com Herman Voorwald

Estudante traçou o objetivo profissional nas aulas de projeto de vida em Escola de Tempo Integral

Aos 15 anos, Vinícius Soares Santos percorreu cerca de 73 km, de São Vicente ao centro da cidade de São Paulo, para encontrar o secretário da educação, Herman Voorwald. A viagem é minúscula comparada ao sonho do estudante: ocupar a cadeira mais alta dentro da Secretaria da Educação.

O aluno do Ensino Fundamental da Escola de Tempo Integral Professor Enio Vilas Boas traçou o objetivo ousado nas orientações para desenvolver seu projeto de vida. Ao elencar as competências necessárias para exercer os papeis de presidente do grêmio estudantil, presidente do clube juvenil de basquete e líder do grupo de acolhedores – responsável por receber os novos alunos – ele percebeu que com foco e muita preparação poderá um dia alcançar a meta profissional.

Vinícius é incentivado pelo corpo docente da escola que alimenta o sonho a cada aula. “Somos ensinados a viver por etapas, projetar nosso futuro. Os professores ajudam no desenvolvendo das minhas habilidades, avaliam a minha evolução, falam se deixei de exercer algumas das minhas funções nos cargos e indicam estratégias caso precise melhorar os resultados”, diz.

A postura de liderança é mantida ao cruzar a porta do gabinete do secretário. Com uma pasta recheada de relatórios dos grupos que lidera na escola, o estudante conversa com tranquilidade e, sem gaguejar, faz perguntas pontuais sobre a trajetória de Herman.

Segundo a coordenadora do Novo Modelo das Escolas de Tempo Integral, Valéria Souza, Vinícius é um exemplo de protagonismo juvenil, um dos mecanismos do programa para impulsionar o jovem a assumir responsabilidades e descobrir seu potencial. “O protagonismo dá voz e vez ao aluno, o faz se sentir parte do ambiente escolar, superar desafios e acreditar que conseguirá concretizar seu projeto de vida”, explica Valéria.

Projeto de vida

A Educação conta com diversos programas com o objetivo de oferecer ao jovem uma jornada ampliada de estudos. No Novo Modelo de Escola de Tempo Integral, presente em 182 escolas, a jornada é de até nove horas e meia, incluindo três refeições diárias. Na matriz curricular, os alunos têm orientação de estudos, preparação para o mundo do trabalho e auxílio na elaboração de um projeto de vida. Além das disciplinas obrigatórias, os estudantes contam também com disciplinas eletivas, que são escolhidas de acordo com seu objetivo.