segunda-feira, 16/12/2013
Pais e Alunos

Jovens da rede compartilham histórias de superação no Circuito Ayrton Senna

Evento reuniu alunos que participam do SuperAção Jovem, ação realizada em escolas de tempo integral

Depois que o programa SuperAção Jovem chegou na E.E. José dos Santos, em Aspásia, interior de São Paulo, o aluno do Ensino Fundamental Felipe Manoel Porto passou a assumir uma postura diferente. Ele deixou a timidez de lado, entrou para o time de jovens protagonistas e começou a desenvolver diversos projetos na Sala de Leitura da escola.

“Desde que entrei, há dois anos atrás, no programa SuperAção Jovem, conquistei habilidades e competências que sozinho não conseguiria”, diz.

Siga a Secretaria da Educação no Twitter e no Facebook

A prova final para saber se Felipe perdeu o medo de falar em público aconteceu no Circuito Ayrton Senna. A plateia estava cheia, cerca de 600 pessoas, e com muita empolgação o estudante assumiu o microfone e compartilhou sua história de superação para jovens e educadores de todo o Estado.

O Circuito encerra as atividades anuais do programa, realizado nas Escolas de Tempo Integral (ETI). Em 2013, foi realizado entre os dias 10 e 11 de dezembro, na cidade de Águas de Lindóia. No evento, foram promovidas oficinas, bate-papo e um game que provocou os participantes a trabalhar em equipe.

“O Circuito Ayrton Senna da Juventude oferece oportunidade ímpar para que educandos e gestores representem, respectivamente, suas escolas e Diretorias de Ensino, e reunidos, possam evidenciar aquisições educativas ocorridas no decorrer deste ano, em uma rica troca de experiências”, afirma a professora Vera Lúcia Goloni, responsável pelo acompanhamento do programa na Secretaria da Educação.

Sobre o SuperAção Jovem

O programa SuperAção Jovem é desenvolvido nas Escolas de Tempo Integral (ETI) desde 2006 por meio de uma parceria da Secretaria da Educação com o Instituto Ayrton Senna. 

A iniciativa tem como objetivo estimular o protagonismo juvenil e capacitar os profissionais da rede para atuarem nas oficinas curriculares com os componentes de leitura, produção de texto e experiências matemáticas. Em 2013, foram capacitados 631 docentes e 84 gestores para o desenvolvimento do SuperAção Jovem nas escolas.

Nas Escolas de Tempo Integral, são desenvolvidas atividades com alunos do 6º ao 9º Ano do Ensino Fundamental visando o fortalecimento das habilidades cognitivas e não cognitivas, bem como o desenvolvimento de projetos para resolução de problemas.

Os profissionais das diretorias de ensino e educadores passam por formações presenciais na Escola de Formação e Aperfeiçoamento de Professores (EFAP) e a distância por meio da plataforma digital do Programa SuperAção Jovem, do Instituto Ayrton Senna.

“A importância do programa Superação Jovem é a possibilidade de oferecer componentes curriculares de leitura, produção de textos e experiências matemáticas para a parte diversificada do currículo das Escolas de Tempo Integral, por meio de atividades dinâmicas que desenvolvam o protagonismo juvenil”, diz Vera Lúcia Goloni, responsável pelo acompanhamento do programa na Secretaria da Educação.