quinta-feira, 19/09/2019
Notícia

Lei Maria da Penha aceita inscrições até dia 30 de setembro

Concurso trabalha temáticas de igualdade, escolas devem selecionar os melhores trabalhos e enviar para a diretoria de ensino

Estudantes da rede estadual podem participar do concurso de desenho “Lei Maria da Penha”, uma iniciativa da Secretaria da Educação em articulação com a Defensoria Pública do Estado de São Paulo, que tem como objetivo ampliar e divulgar o conhecimento sobre o tema.

Consulte o regulamento

Para participar, os jovens devem elaborar um desenho, que poderá ser desenvolvido com técnicas de pintura com lápis de cor, guache, hidrocor, aquarela, nanquim, crayon ou cera, a partir da discussão interdisciplinar proposta pelo professor orientador, em sala de aula.

“Queremos disseminar conhecimento, enraizando os fundamentos da lei nos estudantes e em toda a comunidade escolar, enfatizando a importância do engajamento coletivo na prevenção à violência e ao desrespeito contra a mulher”, conta a professora Cristina do Santos, de Taubaté. Ela está na linha de frente do concurso e relata também que espera desenhos que trabalhem a problemática do futuro. “Queremos que os jovens aprendam a construir um futuro sem violência contra a mulher, com a ideia de que todos somos iguais”.

A produção dos trabalhos deve ser feita individualmente, até o dia 30 de setembro, e o diretor de cada escola deve formar uma comissão para selecionar dois desenhos, que devem representar a a unidade escolar nas fases seguintes do Concurso. “Esperamos que o concurso promova um grande debate em toda a rede sobre a conscientização do tema, não apenas entre os estudantes, mas com todos”, pontua o secretário executivo Haroldo Rocha.

As fases seguintes do concurso envolvem a diretoria de ensino. Até dia 11 de outubro, a diretoria de ensino deverá selecionar dois desenhos que representarão a DE nas fases subsequentes. No período de 26 a 30/10, uma comissão, composta por representantes e especialistas da Defensoria Pública e da Secretaria, selecionará os desenhos finalistas.

Os estudantes vencedores e seus professores orientadores receberão certificados. E o primeiro colocado terá o seu desenho ilustrando a capa da Cartilha Maria da Penha do Núcleo Especializado de Promoção e Defesa dos Direitos das Mulheres.