sexta-feira, 29/01/2010
Últimas Notícias

Mais de 130 mil professores participam da prova para promoção do magistério estadual que começa nesta sexta-feira

Hoje, farão a prova 4.923 diretores e supervisores. Nos dias 1º e 2 de fevereiro serão avaliados professores do Ensino Fundamental e Médio Começam nesta sexta-feira (29/01) as avaliações que integram o processo de promoção do magistério estadual previsto pelo Programa de Valorização pelo Mérito. Ao todo, mais de 130 mil docentes se inscreveram para […]

Hoje, farão a prova 4.923 diretores e supervisores.

Nos dias 1º e 2 de fevereiro serão avaliados professores do Ensino Fundamental e Médio

Começam nesta sexta-feira (29/01) as avaliações que integram o processo de promoção do magistério estadual previsto pelo Programa de Valorização pelo Mérito. Ao todo, mais de 130 mil docentes se inscreveram para o processo nas 91 Diretorias de Ensino em todo o estado. Hoje, a avaliação é voltada para 4.923 profissionais, entre supervisores de ensino, diretores de escola, assistentes de diretor e coordenadores pedagógicos. Na segunda-feira, farão a prova 31.359 professores do Ciclo I do Ensino Fundamental. No dia 2 será a vez de 95.441 professores do Ciclo II do Ensino Fundamental e Ensino Médio fazerem o exame.

“O novo sistema de promoção premiará os professores que apresentarem melhor desempenho e assiduidade em sala de aula. É uma forma de reconhecer e incentivar professores bem preparados e dedicados. Assim, ganham os alunos, pois eles terão uma melhor qualidade de ensino, e também os professores, que agora passam a contar com um plano de promoção salarial anual, até então inédito no magistério público, o que tornará a carreira muito mais atrativa e valorizada”, disse o secretário de Estado da Educação, Paulo Renato Souza.

A prova terá duração de 4h30 e compreenderá duas partes, sendo uma dissertativa (composta de uma questão avaliada na escala de zero a 10 pontos) e outra objetiva (com 60 questões de múltipla escolha, avaliadas na escala de zero a 10 pontos), ambas condizentes ao perfil exigido para cada área e disciplina. As notas da parte objetiva e dissertativa serão somadas, obtendo-se a média que será a nota da prova do candidato. Será considerado aprovado o candidato que obtiver nota igual ou superior a seis pontos.

O local da prova será divulgado no site da Fundação CESGRANRIO ( http://www.cesgranrio.org.br/eventos/concursos/seesp0109/seesp0109.html ). Caso o candidato não encontre seu nome na lista dos locais deverá entrar em contato com a CESGRANRIO pelo telefone 0800-7012028.

O candidato deverá comparecer ao local de realização da prova com uma hora de antecedência do seu início, portando caneta de tinta azul ou preta, lápis nº 2, borracha, protocolo original de inscrição (cartão de confirmação) e um documento pessoal original com foto (RG, Carteira Nacional de Habilitação, Carteiras de Órgãos de Conselhos de Classe, Carteira de Trabalho e Previdência Social ou Certificado Militar).

O gabarito e as questões das provas estarão à disposição para consulta dos candidatos a partir do dia 2, 3 e 4 de fevereiro nos sites da Secretaria e da CESGRANRIO.

Provas

Dia – 29/01/2010

Campo de Atuação – Suporte Pedagógico (supervisor de ensino, diretor de escola, assistente de diretor e coordenador pedagógico )

Início – 9h

Duração – 4h30

Dia – 01/02/2010

Campo de Atuação – Classe Professor Educação Básica I (Ciclo I do Ensino Fundamental)

Início – 9h

Duração – 4h30

02/02/2010

Campo de Atuação – Aulas Professor Educação Básica II ( Ciclo II do Ensino Fundamental e Ensino Médio) e Professor II. Disciplinas – Língua Portuguesa, Inglês, Arte, Educação Física, Alemão, Espanhol, Francês, Italiano, Japonês, Matemática, Ciências Físicas e Biológicas, Biologia, Física, Química, História, Geografia, Filosofia, Sociologia, Psicologia e Educação Especial (nas áreas de deficiência Auditiva, Física, Mental e Visual)

Início – 9h

Duração – 4h30

Sobre o Programa Valorização Pelo Mérito

Aprovado na Assembléia Legislativa em 21 de outubro de 2009, o Projeto de Lei Complementar (PLC) 29/2009 que cria o Programa de Valorização pelo Mérito está alinhado à política educacional do Governo do Estado, iniciada em 2006 e que privilegia professores, diretores e supervisores de ensino, valorizando o profissional de toda a rede de acordo com seu esforço e dedicação.

O Programa Valorização pelo Mérito conta com medidas que vão permitir aos professores quadruplicar o salário inicial da carreira desde que cumpram as regras de promoção, tenham notas mínimas em avaliações e classificados dentro do percentual de 20% previsto para este fim. A remuneração inicial para a jornada de 40 horas semanais, que hoje é de R$ 1.834,85, poderá chegar a R$ 6.270,78 ao longo da carreira, um aumento de 242%. Pelas regras vigentes até então, a elevação máxima de salário seria de 73%. “São Paulo dá um passo gigantesco para mudar a história das remunerações de professores no Brasil”, diz o secretário de Estado da Educação.