domingo, 20/05/2012
Evesp

Matrículas para curso de inglês devem ser feitas a partir de amanhã

Alunos do Ensino Médio da rede estadual que foram selecionados devem efetivar a inscrição em suas escolas de origem Começa amanhã e segue até sexta (28/05) o período de matrícula para mais 25 mil vagas do curso de inglês online oferecido pela Secretaria da Educação do Estado aos alunos de Ensino Médio da rede. Os […]

Alunos do Ensino Médio da rede estadual que foram selecionados devem efetivar a inscrição em suas escolas de origem

Começa amanhã e segue até sexta (28/05) o período de matrícula para mais 25 mil vagas do curso de inglês online oferecido pela Secretaria da Educação do Estado aos alunos de Ensino Médio da rede. Os selecionados deverão comparecer à secretaria da escola de origem para efetivar o cadastro.

A lista com os candidatos aprovados nessa etapa, com base em critérios como histórico escolar e vagas por região, pode ser consultada no site www.educacao.sp.gov.br, onde também está disponível o regulamento completo. As aulas a distância começam em 1º de agosto e vão até novembro.

Caso restem vagas, haverá divulgação de lista de segunda chamada no dia 29 deste mês, com inscrições entre 30 de maio e 6 de junho, e ainda uma terceira chamada, no dia 11 de junho, com inscrições de 12 a 19 de junho.

O curso pode ser acessado em qualquer lugar, a partir de qualquer computador, pelo site http://evesp.cursos.educacao.sp.gov.br. O conteúdo foi elaborado pela equipe de Língua Estrangeira Moderna da Secretaria da Educação, em uma plataforma lúdica e dinâmica, incluindo até um game.

Essa é a segunda edição do curso, oferecido gratuitamente por meio da Escola Virtual de Programas Educacionais do Estado de São Paulo (Evesp), que neste ano beneficiará 50 mil estudantes no total. A primeira turma, cujas aulas tiveram início em 5 de março e seguem até 27 de junho, também conta com 25 mil alunos. Além disso, a Pasta tem a intenção de ampliar a iniciativa para outras línguas.

O objetivo do programa é proporcionar aos estudantes oportunidades para o desenvolvimento de novas formas de expressão linguística, enriquecimento curricular e acesso a outros povos e culturas, além de ampliar, no futuro, suas possibilidades de inserção e atuação no mercado de trabalho.