segunda-feira, 27/04/2020
Últimas Notícias

Maurício de Sousa conversa sobre projeto de vida e coronavírus com secretário estadual da Educação

Professores e alunos também puderam mandar mensagens com perguntas e elogios para o autor

Nesta segunda-feira (27), o cartunista criador da Turma da Mônica, Mauricio de Sousa, participou de uma entrevista online com o secretário estadual da educação Rossieli Soares. Professores e alunos acompanharam a conversa pelo aplicativo e pela página no Facebook do Centro de Mídias de São Paulo.

O bate-papo começou com o secretário admitindo ser um grande fã da Turma da Mônica. “Eu gosto muito e leio até hoje os gibis da Turma da Mônica”. Rossieli também confessou que o seu personagem preferido é o Cascão, conhecido pelo seu medo de água e que recentemente lavou as mãos pela primeira vez para prevenção do coronavíruis (Covid-19).

Ainda sobre o Covid-19 o cartunista mostrou parte de uma cartilha com os personagens da turma contendo informações sobre cuidados durante a pandemia. “Nos momentos de guerra usamos os personagens como aliados,” afirmou.

Outra ação da turminha contra o coronavírus é a regravação de uma música, feita para uma companha contra a gripe, sobre evitar o contato físico. Essa gravação não será só usada no Brasil em português, mas também será regravada em outras línguas para poder ser divulga no Japão e outros países da Ásia.

Outro assunto foi a disciplina Projeto de Vida, implantada em toda rede neste ano e tem como objetivo traçar com cada aluno, individualmente, metas para o futuro e descobrir caminhos para atingi-las. O secretário destacou que muitos alunos demonstraram interesse em seguir a carreira de cartunista.

Mauricio contou que o caminho que o levou a gostar tanto de histórias em quadrinhos começou com um gibi encontrado na lata do lixo. “Um gibi muito mal tratado, sem capa e tudo mais, porém com páginas coloridas de personagens. Eu gostei daquilo, mas não sabia o que era”. Depois que a mãe explicou e o pai viu o seu interesse, trouxe mais exemplares. O garoto acabou aprendendo a ler com gibis. Sobre os seus desenhos, Maurício revelou que o incentivo veio de uma professora, que logo cedo enxergou a sua vocação. “Ela pedia para eu entregar as ilustrações junto às minhas lições de casa”, lembrou.

O secretário comentou que vários professores da rede estadual usam os gibis da Turma da Mônica Jovem durante suas aulas de projeto de vida. O cartunista ressaltou o projeto de vida dos personagens na Turma da Mônica Jovem, o Chico Bento, por exemplo, que já está em uma escola de agronomia. Maurício ainda imaginou profissões em que outros personagens poderiam seguir a partir de suas personalidades.

O autor também falou sobre o segundo filme live action da Turma da Mônica que deve estrear em dezembro. Ele revelou que o filme acompanhará a turminha em sua vida escolar. Mauricio ainda revelou a vontade de fazer uma Turma da Mônica adulta abordando profundamente temas sociais como machismo e feminismo.