sexta-feira, 14/02/2020
Boas Práticas

Como a paixão e atitude de um diretor transformou escola na Zona Sul de São Paulo

Escola Estadual José Geraldo de Lima passou a ser referência na região desde a transformação em Integral

“Tenho que tomar cuidado com o que eu faço porque eu posso alterar vidas. Existem sonhos aqui, então, eu vou trabalhar com o sonho deles”. A reflexão é de Wagner Neves, diretor da Escola Estadual José Geraldo de Lima, e explica boa parte do sucesso da unidade na comunidade. Desde 2012, quando passou a integrar o programa de Ensino Integral do Governo de São Paulo, a escola recebe muita procura por matrícula, gerando até fila de pais para colocar seus alunos lá.

Isso porque a unidade vem adotando práticas inovadoras de aprendizagem com Wagner, que foi professor da unidade e é diretor desde 2014. Foi dele o projeto no qual atitudes positivas rendem pontos e até premiação para os alunos da instituição. Se um aluno chega atrasado ou desrespeita uma regra, perde um ponto na média do bimestre. Já os que tiveram bom desempenho ou fizeram uma boa ação são premiados em uma festa.

“Todo final de ano tem um evento. Você recebe um convite, mas você não sabe o que é. Alguns alunos recebem essa carta e no dia eles ficam sabendo o que é, eles e os pais. Quando chegam lá foi o melhor aluno de matemática de tal e tal série, foi o melhor aluno que fez uma leitura de redação, que fez um ato solidário ou o pai que ajudou a carpir, então, a gente premia esses pais destaques do ano”, conta Wagner, em entrevista ao G1.

Além disso, o diretor destaca que o acompanhamento dos alunos também é feito com cuidado.“Eu tenho aqui na reunião de pais, posso dizer, quase 100% de presença e é uma reunião participativa, todos os professores, toda a gestão, pai e aluno. Vai a foto de aluno, as notas dele e discute todo mundo junto como é que ele está, aluno por aluno, é uma hora e meia com cada sala” afirma.

Wagner é ex-aluno de escola pública e tem como grande objetivo profissional – e de vida – entregar aos jovens uma realidade diferente da que encontrou durante sua vida estudantil. “Eu sempre busquei ser aquilo que eu nunca tive”, diz Wagner. “Sou apaixonado por isso, eu gosto do que faço, toda aula que eu entro a palavrinha que eu coloco é gostar, você tem que gostar do que está fazendo e outra, eu vou me aperfeiçoando”, disse Wagner em entrevista ao G1.

A paixão de Wagner é reconhecida e rende frutos diários. Tanto que muitos pais passaram a virada do ano formando fila na calçada da Rua Antônio Mariano, no Jardim Ipanema, na Zona Sul de São Paulo, na tentativa de conseguir uma transferência para a instituição. 

Hoje com 25 professores e 490 alunos, a unidade é considerada exemplo e uma das inspirações para o Inova Educação. “Temos muitas boas práticas na rede, e o Inova Educação busca ampliar elas para todo o estado. Queremos que exemplos como esse do Wagner se espalhem por São Paulo”, pontua o secretário executivo Haroldo Rocha.

Mesmo com a matrícula em curso, não há mais vagas na Escola Estadual José Geraldo de Lima. Uma prova de que a paixão pelo ensino pode quebrar carreiras e mudar vidas.