terça-feira, 13/08/2019
Boas Práticas

Estudantes de Limeira participam de ação de conscientização sobre poluição

"Kit conscientização" foi feito por estudantes do 3º ano do Ensino Médio para ensinar população sobre ribeirão da comunidade

Um grupo de estudantes do terceiro ano do curso técnico de Química integrado ao Ensino Médio da Escola Técnica Estadual (Etec) Trajano Camargo, de Limeira, resolveram se juntar e propagar conhecimento por uma causa muito nobre: a preservação do Ribeirão Tatu, afluente que corta o município e tem grande importância na comunidade.

Chamado de NanoLab, o projeto tem público-alvo outros estudantes da região e quer conscientizar a população sobre a poluição rio, que está altamente contaminado por esgoto e dejetos industriais lançados nas águas de maneira inadequada. Como parte de seu projeto de pesquisa, o grupo fez o monitoramento das águas do ribeirão coletando cinco amostras, da nascente à foz.

Os jovens criaram kits escolares para o teste de potabilidade. Com isso, até escolas que não têm laboratório podem realizar a atividade. “O kit é formado por componentes básicos, tendo em vista que itens mais complexos acarretariam alto custo. São vidrarias simples de laboratório, como erlenmeyers, béqueres e tubos de ensaio, entre outros”, explica o estudante Gabriel Rocha.

O kit é fácil de ser usado. “Os reagentes são de uso cotidiano, como vinagre e bicarbonato de sódio, que podem ser encontrados dentro de casa ou comprados facilmente.” O material também é de fácil transporte, possibilitando sua utilização em aulas externas, acompanhadas de atividades como a coleta de amostras, por exemplo.

Durante o restante do ano letivo de 2019, os jovens vão aprimorar o conteúdo do kit, focando no aplicativo. O contato com outras escolas para a realização de oficinas também está sendo feito. “Precisamos resgatar o respeito da população pelo ribeirão”, afirma Gabriel Fulanetti. “O kit é uma ferramenta prática de inclusão e um futuro produto comercial”, finaliza o estudante, que faz parte do grupo.

Altamente participativo e protagonista na escola, o grupo já organizou oficinas e palestras, mostrando experimentos com o NanoLab, em duas escolas de Ensino Fundamental de Limeira,  para cerca de 500 estudantes do 5º ao 9º ano. Outra ação foi a mediação do plantio de 500 mudas para reflorestamento da nascente da bacia hidrográfica, realizada em Cordeirópolis.