segunda-feira, 15/04/2019
Avisos de Pautas

Projeto Aulas Fundamentais divulga aulas preparatórias para o vestibular pelo YouTube

Aulas serão exibidas no canal de YouTube do Centro Paula Souza

O Centro Paula Souza trará em seu canal de Youtube algumas aulas preparatória gravadas por profissionais da instituição. Chamado de Aulas Fundamentais, o objetivo do projeto é divulgar o trabalho e a experiência de educadores das Escolas Técnicas (Etecs) e Faculdades de Tecnologia (Fatecs) estaduais para alunos do 3º ano do Ensino Médio.

A primeira videoaula é do professor Thiago Hernanes, que leciona Geografia na Etec Pedro D’Arcadia Neto, de Assis. Ele vai explicar a criação e desdobramentos da União Europeia, um dos temas mais caros ao vestibular e que frequentemente é tema de redações.

Clique aqui e assista

Além de geografia, o Centro Paula Souza prepara outros temas para serem abordados nas aulas. A ideia é sempre ajudar o aluno que está em fase de preparação para vestibulares e cursinhos. Atualmente, o CPS é responsável por administrar as 223 Escolas Técnicas (ETECs) e 73 Faculdades de Tecnologia (FATECs) do Estado de São Paulo. São mais de 290 mil estudantes matriculados em cursos técnicos e superiores.

Tecnologia a favor da educação

Fenômeno recente, as redes sociais e a popularização do celular mudaram a forma de aprender. Hoje, o aluno tem novas formas de receber o conteúdo e professores encaram o desafio de usar a internet à favor do processo formativo de diversas maneiras.

O professor Thiago é um deles. Além das aulas no Centro Paula Souza, ele tem canal chamado GeoExplica, onde explica diversos assuntos relacionados à disciplina de modo simples e fácil. Os chamados “macetes” para o vestibular são os mais populares.

Ele conta que o canal foi um pedido dos alunos “Eu também vi nesse pedido uma oportunidade de retribuir para a sociedade o que eu recebi das escolas públicas nas quais estudei”, afirma. O sucesso é tão grande que o professor diz que recebe comentários de pessoas que estão na África, nos Estados Unidos, na Europa e em outros países da América Latina.

Para Haroldo Rocha, secretário executivo da Educação, o uso da tecnologia estimula a criatividade e colabora para criar um ambiente de aprendizado completo: “Hoje, o professor é muito mais um tutor e um curador do conhecimento ao invés de apenas alguém que demonstra o conhecimento para os alunos. O aluno é inquieto e quer alguém que ensine na conversa”, conta.