quinta-feira, 22/08/2019
Boas Práticas

Diretoria de Ensino promove culminância de atividades em quilombo paulista

Ação ocorreu em junho e teve como pano de fundo práticas pedagógicas que fortalecessem o ensino

A culminância é um dos momentos mais importantes do semestre. É quando todas as atividades dos meses que se passaram são revistas, o que deu certo é continuado e o que não deu certo é aprimorado. Na Diretoria de Ensino de Barretos, a culminância do primeiro semestre foi diferente: aconteceu num quilombo.

Supervisores de Ensino, Professores Coordenadores do Núcleo Pedagógico e professores da área de Ciências Humanas, representando as 31 escolas jurisdicionadas à diretoria, viajaram até o Quilombo de Ivaporunduva, localizado em Eldorado, perto da SP 165, Eldorado. Lá, piuderam entrar em contato com a cultura dos quilombolas, que vivem às margens do Rio Ribeira de Iguape.

“Queríamos valorizar a cultura quilombola e mostrar que ela não é apenas muito importante, mas está próxima de nós e pode fazer a diferença na vida dos estudantes e nos conteúdos que eles aprendem”, relata Elaine Santos, diretora NPe da Diretoria. Os PCNPs e professores tiveram a oportunidade de conhecer a história da fundação do Quilombo e os meios de subsistência dos moradores, que fizeram uma breve demonstração.

Os professores puderam ainda visitar a Caverna do Diabo, a maior do estado, localizada dentro do Parque Estadual da Caverna do Diabo na cidade de Eldorado. O foco da visitação foi o contato dos docentes com a fauna e animais da Mata Atlântica e a observação das formações rochosas da caverna. “Pudemos conhecer uma realidade diferente da que estamos acostumados e ampliar o olhar para outras realidades de nossa comunidade”, explica o professor Paulo Barros.

Além do fundo social, a ação tem um objetivo prático: ser traduzida em sala de aula. A ação teve como objetivo  subsidiar os docentes para que as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Escolar Quilombola sejam efetivamente desenvolvidas nas escolas através do Projeto ERER – Educação para as relações Étnicos Raciais. A culminância desse trabalho será  realizadas no mês de Novembro – Mês da Consciência Negra e posteriormente na Expoprojetos.