sexta-feira, 22/02/2019
Ensino Fundamental

Grêmio Estudantil: o exercício da representatividade desde cedo

Alunos da rede podem formar agremiações que representem os interesses dos jovens na escola

Na rede estadual de ensino, os conceitos e os valores da democracia são ensinados desde cedo aos alunos. Através dos Grêmios Estudantis, crianças e jovens têm a oportunidade de aprender na prática a importância do exercício da representatividade.

Em todo Estado, já são mais de cinco mil escolas que possuem equipes gremistas, o que representa 96% das unidades de ensino. O grupo, formado exclusivamente por estudantes, tem como objetivo representar os interesses dos jovens, promovendo o diálogo entre alunos, direção escolar, professores e coordenadores.

“Democracia não existe na teoria. Os Grêmios permitem que eles passem por esse processo e que compreendam para que e porquê existe um grupo que representa toda a escola”, explica Sonia Brancalion, membro da equipe responsável pelo Grêmio Estudantil da Secretaria da Educação.

Pensando em engajar cada vez mais os jovens, a pasta disponibiliza uma lista de perguntas e respostas para orientar o trabalho dos grupos nas escolas, como o seu objetivo, legislações, papel dos alunos, entre outras informações. O material completo pode ser acessado aqui.

“Para mim o grêmio é muito importante porque ajuda a escola a ser um lugar melhor. Ele permite que os alunos participem da responsabilidade de cuidar do ambiente escolar”, afirma a aluna da E.E. Professor Dândolo Frediani, Alejandra Almendras.

A Secretaria também definiu o calendário para o Processo Eleitoral de 2019, que prevê a organização de chapas e campanha para a divulgação de projetos dos alunos. A próxima etapa acontece a partir do dia 25 de fevereiro, quando os grupos já podem iniciar a campanha eleitoral. O calendário completo está disponível aqui.

Ainda, as unidades de ensino e os estudantes contam com um Documento Orientador para o processo de eleição de representantes dos Grêmios Estudantis nas escolas estaduais em 2019.