terça-feira, 20/06/2017
Ensino Médio

Educação SP lança curso prático e teórico sobre inclusão em escolas de Ensino Médio

A capacitação é voltada a profissionais do ensino regular e atendimento educacional especializado

O governador Geraldo Alckmin e o secretário-adjunto da Educação Francisco Carbonari lançaram nesta terça-feira (20) o curso “Ensino Médio Inclusivo: construindo uma escola para todos”. A capacitação, em parceria com a Secretaria dos Direitos da Pessoa com Deficiência e o Instituto Rodrigo Mendes, tem o objetivo de ampliar os conhecimentos teóricos e práticos de educadores que atuam no Ensino Médio regular e Atendimento Educacional Especializado.

Siga a Secretaria da Educação no Twitter e no Facebook

Além de reflexões sobre a cultura do pertencimento e o papel da escola na construção da cidadania, a expectativa é que esses profissionais desempenhem papel fundamental na interlocução entre as diretorias e escolas e multipliquem experiências produzidas em projetos locais.

Nesta primeira fase, a parceria é aberta a profissionais das 13 Diretorias de Ensino da capital, incluindo: professores da Sala de Recursos, PEB II do Ensino Médio, PC, diretores, vice-diretores, AOE, supervisores, diretores de Núcleo Pedagógico e PCNP (preferencialmente de Educação Especial). O cadastro segue até 28 de junho nesse link. As aulas têm início no dia 2 de agosto.

O curso é semipresencial com aulas no ambiente de videoconferência oferecido pela EFAP (Escola de Formação e Aperfeiçoamento dos Professores do Estado de São Paulo “Paulo Renato Costa Souza”) e pela CGEB (Coordenadoria de Gestão da Educação Básica). Os inscritos também deverão participar do desenvolvimento de um projeto local de intervenção e atividades no AVA.

Pioneira na inclusão

Pioneira no processo de inclusão escolar, a Secretaria da Educação do Estado de São Paulo conta com uma série de materiais e salas de recursos para atender os mais de 60 mil alunos com algum tipo de deficiência matriculados na rede estadual. Os estudantes têm acesso ao currículo regular por meio de ferramentas como o scanner de voz, que transforma todo conteúdo de texto em áudio, impressoras para ampliação de livros e máquinas de Braille, além de um curso de inglês online e acessível.