sexta-feira, 05/07/2019
Notícia

Novotec divulga aprovados para curso presencial

Matrículas vão até dia 12 de julho e podem ser feitas nos locais indicados

O Novotec divulgou a lista de selecionados para os cursos presenciais do Novotec, o chamado Novotec Expresso. Os nomes dos classificados para começarem as aulas estão disponíveis no site do Novotec.

Confira aqui a lista de classificados com seu RA

O mais importante é que o estudante realize a matrícula na unidade que escolheu até a próxima sexta-feira, dia 12 de julho. O estudante precisa comparecer no ato da matrícula com RG, CPF, Número do RA e Comprovante do CAD Único, caso seja beneficiário.

As aulas começam no dia 1º de agosto, com carga horária de 200 horas/aula, e são ministradas em escolas da Secretaria da Educação, Escolas Técnicas (Etecs) e Faculdades de Tecnologia (Fatecs) estaduais.

O Novotec presencial é oferecido aos estudantes do ensino médio da rede estadual e conta 16 opções de cursos gratuitos e rápidos com foco na formação profissional. O programa contempla, ao todo, 125 municípios do estado com 23 mil vagas para as diferentes opções de curso.

O programa

O Novotec tem o intuito de preparar o estudante para a vida após o Ensino Médio. O programa é uma parceira entre a Secretaria Estadual da Educação e o Centro Paula Souza. “Educação técnica sempre foi um dos pilaras de discussão a ser oferecido no Ensino Médio. Essa parceria da rede estadual com o Centro Paula Souza também ajudará a formar os nossos professores e a discussão do novo Currículo”, declara o secretário de Estado da Educação, Rossieli Soares.

Além da modalidade integrada, o programa prevê outras três de curta-duração: Novotec Expresso, Novotec Móvel e o Novotec Virtual – que está com inscrições abertas até este domingo, dia 07. Ao todo, serão mais de 30 mil vagas em 2019 nas quatro modalidades. “É fundamental ampliarmos a oportunidade do jovem no mundo do trabalho. Esse projeto também representa o protagonismo de São Paulo na implementação do novo modelo do Ensino Médio no país”, explica Laura Laganá, diretora-superintendente do Centro Paula Souza.