terça-feira, 16/10/2012
Últimas Notícias

O que é ser professor? Educadores paulistas respondem com paixão e dedicação

Ninguém aprende a aprender. Ter um instrutor, um mestre ou um educador é algo tão necessário que nos acompanha desde o início da vida. Aprendemos com nossos pais a andar, falar, se comportar e socializar, mas assim que chegamos a uma certa idade, a família já não é o suficiente, temos que aprender com quem […]

20120925_headers_mat_lucas_620

Ninguém aprende a aprender. Ter um instrutor, um mestre ou um educador é algo tão necessário que nos acompanha desde o início da vida. Aprendemos com nossos pais a andar, falar, se comportar e socializar, mas assim que chegamos a uma certa idade, a família já não é o suficiente, temos que aprender com quem passou a vida toda trabalhando para nos ensinar. Hoje, a internet pode ser uma grande fonte de conhecimento, mas ninguém ensina tanto quanto com um professor.

Veja mais:

Como é o trabalho de um professor? Ensaio fotográfico mostra a rotina de oito educadores

Secretaria da Educação prepara semana especial para o dia dos professores

No Dia do Professor, secretário da educação parabeniza profissionais da rede estadual

Na rede de ensino estadual de São Paulo trabalham atualmente cerca de 230 mil educadores, que ministram aulas para aproximadamente 4,3 milhões de alunos. São profissionais como o Prof. André Siqueira, que dá aulas de matemática na E.E. Romeu de Moraes, na capital.

Com 38 anos, o professor já está na rede há oito, e continua com a mesma energia com que começou, isto porque, segundo ele, a diferença está na troca de conhecimentos com os alunos: “Eu acredito que a minha função como professor é essa: estou ali ensinando, mas ao mesmo tempo estou aprendendo. E isso é muito gratificante.”, comentou.

Prêmio Professores do Brasil está com inscrições abertas até 27 de outubro

Assim como André, a rede é formada por docentes apaixonados pela profissão, trabalhando com educação às vezes por duas ou mais décadas. Carlos Pires Martins, por exemplo, já foi professor, coordenador e diretor, e hoje, já aposentado, ainda atua na biblioteca da E.E. José Chediak como professor readaptado. “Não me vejo em nenhum momento encostado, numa função no cantinho, a nossa função, a nossa imagem, tem que ser a melhor possível”, afirma o docente, que esteve no meio acadêmico durante toda sua vida, completando: “Tudo que eu tenho, como profissional, como homem, eu devo ao magistério”.

Escolher ser professor, como carreira, é uma decisão que não muda apenas a vida do profissional, mas de muitos jovens, pois “a realização é saber que algo que você ensina, mesmo o mínimo, vai até o aluno”, segundo o professor de língua portuguesa Cleorildo Sena, que também ministra suas aulas na E.E. José Chediak.

Essa opinião é compartilhada por outros muitos trabalhadores que se dedicam à educação, incluindo o professor Adalberto Alves, da E.E. Thomazia Montoro, que há 5 anos também está na rede estadual, e conclui a grande questão O que é ser Professor?: “É Perceber o sorriso, perceber o brilho nos olhos da pessoa que descobriu que aquilo faz sentido. ‘Olha, eu aprendi a fazer’, e lhe entrega o caderno dizendo ‘Passa mais um pra mim?’. Essa talvez seja a maior recompensa.”