quarta-feira, 29/08/2018
EJA - Educação de Jovens e Adultos

Organize os estudos em casa com dicas simples e eficientes

Seguir uma agenda, escolher um ambiente adequado e ser criativo podem ajudar no desempenho da vida escolar

Passatempos e atividades fora da escola são muito importante para o desempenho do aluno. No entanto, estudar em casa também faz parte da rotina escolar e é fundamental para atingir boas notas.

É claro que nem todo mundo possui uma agenda organizada e consegue separar o lazer dos estudos. Isso é muito mais frequente, sobretudo, para que está concluindo o Ensino Médio e precisa se preparar para os diversos vestibulares.

Pensando nisso, selecionamos algumas dicas essenciais para tornar a disciplina em casa muito mais produtiva para os estudos. Confira:

Seja fiel à agenda: Ser organizado com o próprio tempo é fundamental. Estipule uma agenda para os estudos e siga à risca.

Faça pausas durante o estudo: O descanso é necessário para armazenar as informações em seu cérebro. Para cada 50 minutos de estudo ininterruptos, descanse de 5 a 10 minutos. Nesse período de intervalo procure fazer alguma atividade física, como andar pela casa ou brincar com seu animal de estimação, por exemplo. Isso deverá manter sua mente ativa.

Seja otimista: Nosso pensamento tem o poder de influenciar diretamente os nossos resultados. Por isso, iniciar os estudos com a mentalidade de que não vai dar certo de fato não ajudará. O correto é pensar que seus estudos podem garantir bons frutos, como conhecimento para toda a vida e um futuro melhor.

Escolha um ambiente agradável: O espaço para estudos também pode determinar o sucesso. O ideal é algum local silencioso e sem grandes distrações. Mas, não escolha a cama ou um sofá que possa te induzir ao sono.

Anote (e muito): Faça anotações da matéria enquanto estuda, pois isso ajudará seu cérebro a memorizar com maior facilidade. Todas as matérias têm um tema central, até que chegam ao cume. Avance gradativamente, faça os exercícios no seu tempo.

Seja criativo: Crie paródias, siglas, desenhos ou qualquer elemento que te permitirá lembrar por associação. Isso funciona bastante com nomes difíceis ou datas, por exemplo.

Fique longe do celular: Mantenha-se desconectado das redes sociais. Qualquer mensagem ou postagem pode te desconcentrar. Não perca tempo com besteiras, foco é muito importante!

Ex-aluna da rede, Amanda D’Auricio conta que seguir dicas como estas podem auxiliar muito para o sucesso nas provas finais e nos vestibulares. No ano passado, a jovem obteve cerca de 820 pontos na redação do ENEM e, segundo ela, os exercícios repassados pelos professores foram muito importantes para o aprendizado.

“Muitas vezes a gente pensa que é muito difícil e acaba desistindo, mas não. Os professores passam esses exercícios com o intuito da gente buscar um conhecimento a mais do que é passado em sala de aula”, afirma.

Um plano eficiente de estudo também colaborou para a nota de Agnaldo Oliveira na redação da prova nacional. Com 920 pontos, o ex-aluno explica que para fazer diferença nos estudos de humanas é preciso procurar informações além das salas de aula, como nos jornais diários.

“As notícias ajudam o estudante a desenvolver pensamento crítico sobre os temas e formar a própria opinião”, esclarece o jovem.