terça-feira, 10/12/2019
Avisos de Pautas

Parceria entre Educação e Segurança simula incêndio em escola estadual na região de São Carlos

Protocolo será projeto piloto para ser aplicado em todas as escolas da rede estadual

Na última quinta-feira (05), a Escola Estadual Carlos Lopes, em Ibaté, na região de São Carlos, foi palco de uma simulação de incêndio, seguida de um plano de abandono envolvendo estudantes e toda comunidade escolar, como parte de uma parceria entre Defesa Civil do Estado, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros do Estado, Guarda Municipal de Ibaté e Secretaria de Educação.

A ideia foi simular a ação da forma mais real possível, a polícia, inclusive, será acionada por telefone. Professores, alunos e funcionários estiveram no prédio no momento do simulado até para que a eficácia do treinamento foi testada para ser replicada para mais escolas.

Viaturas, ambulância e até um drone fizeram parte da ação.

O evento integra o “Protocolo de Proteção e Defesa da Vida nas Escolas” que visa oferecer treinamento para situações de desastre e medidas emergenciais no ambiente escolar.
A intenção é testar o protocolo de segurança como projeto piloto para ser implementado em todas as escolas no próximo ano. Se necessário, o simulado será repetido no mesmo dia.

Outras ações de segurança já foram implementadas na atual gestão. Uma das primeiras medidas adotadas foi a criação do Gabinete Integrado de Segurança e proteção Escolar (Gispec), com a presença de policiais militares na Secretaria da Educação, com o intuito de aprimorar as ações de segurança na rede estadual de ensino.

Outra novidade foi a criação do Programa Escola Mais Segura, uma parceria entre a Segurança Pública e a Educação. Trata-se de um plano de segurança arquitetado com o objetivo de garantir e reforçar a segurança nas instituições educacionais que integram a rede.