segunda-feira, 11/07/2011
Últimas Notícias

Projetos de 41 alunos da rede estadual são pré-selecionados para o parlamento jovem 2011

Voltado a estudantes do 2º e 3º ano do Ensino Médio de escolas públicas e privadas de todo o País, o programa oferece aos adolescentes a oportunidade de vivenciar o cotidiano de um parlamentar em Brasília A coordenação estadual do Parlamento Jovem Brasileiro 2011 divulga nesta segunda-feira (11/07) a relação dos 43 projetos pré-selecionados para […]

Voltado a estudantes do 2º e 3º ano do Ensino Médio de escolas públicas e privadas de todo o País, o programa oferece aos adolescentes a oportunidade de vivenciar o cotidiano de um parlamentar em Brasília

A coordenação estadual do Parlamento Jovem Brasileiro 2011 divulga nesta segunda-feira (11/07) a relação dos 43 projetos pré-selecionados para representar o Estado no programa. Do total, 41 trabalhos são de autoria de alunos da rede estadual de ensino. Para conferir a relação dos estudantes e respectivas escolas da rede estadual contemplados nesta etapa clique aqui.

Criado pela Câmara dos Deputados, o programa é voltado a alunos, com idade entre 16 e 22 anos, do 2º e 3º ano do Ensino Médio de escolas públicas e privadas de todo o País. Para participar, os estudantes desenvolveram um projeto de lei com tema livre, abordando as áreas de agricultura e meio ambiente; saúde e segurança pública; economia, emprego e defesa do consumidor; educação, cultura, esporte ou turismo.

Os projetos serão enviados à Câmara dos Deputados e avaliados por uma comissão responsável por eleger os 11 jovens parlamentares que representarão o Estado de São Paulo. Os eleitos viajarão para Brasília, entre os dias 26 e 30 de setembro e participarão de uma semana parlamentar em que poderão vivenciar a experiência de debater e votar projetos de lei.

João Antonio Machado Cardoso, 18 anos, da Escola Estadual Dr. Américo Brasiliense, localizada em Santo André, é um dos alunos pré-selecionados. O estudante elaborou um projeto que incentiva, por meio de lei, a candidatura de jovens a cargos públicos de acordo com a idade mínima permitida – a partir de 18 anos para vereador e acima de 21 anos para prefeito e deputado. “A ideia é que 20% das candidaturas sejam destinadas para jovens, o que é uma forma de inseri-los na política”, conta, entusiasmado.

O aluno se preparou para participar da iniciativa neste ano. Ele fez um levantamento sobre o perfil da juventude brasileira e recebeu incentivo de um amigo que, no ano passado, foi jovem parlamentar no programa. “Procurei os projetos aprovados em 2011 para ver o teor e o estilo”, afirma o estudante que participa ativamente da vida política da cidade levando demandas com as necessidades e reivindicações da população para vereadores na Câmara.

Também foi selecionada, nesta etapa, Kely Celestino da Silva, 18 anos, da Escola Estadual Prof. Pedro Casemiro Leite, de Cotia. A estudante defende em seu projeto a implantação de centros comunitários para jovens dependentes químicos em parcerias com escolas. A aluna, que já participou da edição estadual do Parlamento Jovem 2008 com essa proposta e venceu, defende a ideia porque conhece o problema de perto. “Tenho amigos que experimentaram drogas e, conversando com eles, percebi essa necessidade”, afirma.

O resultado final será divulgado no dia 10 de agosto no site da Câmara dos Deputados www2.camara.gov.br/responsabilidade-social/parlamentojovem . Ao todo, serão selecionados 78 projetos de lei em todo o Brasil, sendo que cada um deles deve ter a autoria de apenas um aluno. Mais informações sobre o programa Parlamento Jovem Brasileiro podem ser obtidas no site www2.camara.gov.br/responsabilidade-social/parlamentojovem .