sexta-feira, 09/01/2004
Últimas Notícias

Pintura, capoeira, axé, vôlei e cursos profissionalizantes são algumas das atividades oferecidas pelo Escola da Família

Os finais de semana na escola transformaram-se numa divertida opção de lazer. Em 2003, mais de 10 milhões de pessoas participaram das atividades oferecidas pelo Escola da Família. Para este ano, a meta da Secretaria de Estado de Educação é aumentar a freqüência em 50% O Programa Escola da Família retoma suas atividades neste final […]

Os finais de semana na escola transformaram-se numa divertida opção de lazer. Em 2003, mais de 10 milhões de pessoas participaram das atividades oferecidas pelo Escola da Família. Para este ano, a meta da Secretaria de Estado de Educação é aumentar a freqüência em 50%

O Programa Escola da Família retoma suas atividades neste final de semana. A partir deste sábado, dia 10 de janeiro, as mais de 5 mil escolas da rede estadual de ensino voltam a abrir as portas, oferecendo aos alunos, pais e à comunidade, atividades culturais, esportivas, artísticas, de lazer e de qualificação profissional.

Grafite, capoeira, judô, axé, afrojazz, dança do ventre, futebol, vôlei, pintura, tricô, artesanato, oficinas de cabeleireiro, contabilidade, línguas, etc., são algumas das muitas atividades que o Escola da Família tem a oferecer.

Qualquer pessoa da comunidade pode participar! Veja algumas das programações abaixo:

DE Centro-Oeste de acordo com o gosto dos presentes, tênis-de-mesa. Neste final de semana haverá uma apresentação de capoeira e um grupo de percussão será convidado para tocar junto à oficina de afrojazz.

DE Sul 2 · DE Leste 5

E.E. Prof Florinda Cardoso

Futebol infantil, futsal adulto, tênis-de-mesa, pebolim, vôlei, brinquedoteca, artesanato, exibição de filmes e lanche comunitário.

E.E. José Chediak

Atividades esportivas: vôlei, futsal, handebol, inglês, japonês, informática, oficina de música e skate.

 

DE Norte 1

E.E. Dr Joaquim Silvado

Informática, ballet, jazz, artesanato, atividades esportivas: vôlei, basquete, tênis-de-mesa, futebol.

E.E. Cacilda Becker

Gincana de corda, queimada, teatro, pintura, atividades esportivas: vôlei, basquete, futebol, tênis-de-mesa.

DE Bauru

DE Americana

 

Quaisquer dúvidas sobre a programação poderão ser esclarecidas com a Central de Atendimento: 0800-7700012.

 

Sobre o Programa Escola da Família

As escolas da rede estadual transformaram-se em grandes espaços de convivência. As mais de 5 mil unidades, espalhadas pelos 645 municípios do Estado, estão abrindo as portas a seus alunos e às comunidades locais para a apresentação do Programa Escola da Família, uma iniciativa da Secretaria de Estado da Educação, em parceria com a Unesco, que está promovendo atividades culturais, esportivas e pedagógicas durante os finais de semana em toda a rede.

O Programa Escola da Família, que também tem apoio do Instituto Ayrton Senna, começou oficialmente em agosto de 2003 e foi criado pela Secretaria da Educação a partir da idéia de renovar a relação entre a unidade escolar e a comunidade, com o objetivo de promover uma interação contínua entre todos os setores ligados ao ambiente de aprendizado.

Para movimentar os mais de 5,5 milhões de alunos da rede nos fins de semana, o Escola da Família conta com um educador profissional por unidade, com uma equipe de voluntários e com mais de 9 mil universitários bolsistas espalhados por todo o Estado. As bolsas são concedidas pela Secretaria da Educação em convênio com as faculdades e universidades particulares. A Secretaria oferece 50% do valor das mensalidades, limitado a um teto máximo de R$ 267,00, e as universidades complementam os 100% para os alunos escolhidos. Os universitários e voluntários passam por treinamento e capacitação, e trabalham 16 horas em cada final de semana (8 horas aos sábados e outras 8 horas aos domingos). Em 2004, a expectativa da Secretaria é atingir as 25 mil bolsas disponíveis para o programa.

Em 2003, 261 instituições de ensino superior foram parceiras do Escola da Família. Em 2004, 240 instituições já assinaram e/ou renovaram a parceria. O número deve aumentar, já que as faculdades e universidades ainda têm até o final do mês de janeiro para assinar e/ou renovar a parceria.

De agosto a dezembro de 2003, mais de 10 milhões de crianças, adolescentes e adultos participaram das atividades do Escola da Família. A meta para 2004 é aumentar em 50% o número de público do programa, que tem duração prevista de três anos.

Rosana Daumas