terça-feira, 04/08/2015
CEL

Procura por aulas de idiomas cresce 25% em apenas um ano na rede estadual

Dados são referentes ao período de 2014 e 2015

Os estudantes da rede estadual estão ampliando o repertório de idiomas. Um levantamento feito pela Educação revelou um aumento de 25% do número de matrículas em cursos de francês e italiano. Os dados são referentes ao período de 2014 e 2015. As aulas são oferecidas, de forma gratuita, nas 223 unidades do Centro de Estudos de Línguas (CEL) da capital, região metropolitana e interior paulista. A programação do segundo semestre começa agora em agosto.

Siga a Secretaria da Educação no Twitter e no Facebook

Entre fevereiro e junho, 3.557 estavam em classes de francês, contra 2.837 no ano passado. Já o número de alunos de italiano chegou a 1.071, contra 845 em 2014. As aulas no CEL são abertas a estudantes a partir do 7º ano do Ensino Fundamental e têm duração de seis semestres, ou três anos. O foco do programa é ensinar os conceitos da língua, da gramática à pronúncia correta das palavras, e aperfeiçoar a conversação. Além do francês e italiano, há turmas também de inglês, alemão, espanhol, japonês e mandarim.

Para incentivar os alunos a estudar outros idiomas, a Educação também aposta em materiais complementares. Vídeos, música e até quadrinhos são utilizados em sala de aula junto com livros textos e exercícios. A ideia é dar autonomia aos estudantes e propor uma metodologia de ensino que privilegie situações do cotidiano, como entrevistas de emprego, viagem, troca de e-mails e também os aproxime da história de alguns países.