quinta-feira, 30/05/2019
Boas Práticas

#Professor: campanha de vacinação termina nesta sexta (31)

Pessoas devem comparecer aos postos de saúde paulistas portando documentos como RG e carteira de vacinação.

A campanha de vacinação contra a gripe termina nesta sexta-feira (31). Para se vacinar, as pessoas que estão dentro do chamado “grupo prioritários”, como os professores, devem comparecer aos postos de saúde paulistas portando documentos como RG e carteira de vacinação. Pertencem a esse segmento crianças, gestantes, idosos, pacientes crônicos, profissionais de saúdes e professores.

De acordo com recomendação da Organização Mundial de Saúde (OMS), a vacina deste ano prevenirá a população-alvo contra o vírus Influenza dos tipos A (H1N1), A (H3N2) e B. A vacina contra gripe é produzida pelo Instituto Butantan, unidade vinculada à Secretaria, que neste ano disponibilizou 64 milhões de doses ao Ministério da Saúde para a realização da campanha em todo o Brasil.

“Pedimos aos professores das redes pública e privada de ensino que deem o exemplo e tomem a vacina, o que ajuda a proteger a saúde deles próprios, dos estudantes e de todos os colaboradores da área de ensino”, afirma o Secretário de Estado da Saúde, José Henrique Germann.

A campanha foi iniciada em 10 de abril, e desde então também foram imunizadas 1,6 milhão de crianças (54%), 241,7 mil gestantes (53%), 61,5 mil puérperas (83%), 4,5 mil indígenas (85%), 671 mil profissionais de saúde (49%), 3,2 milhões de idosos (67%), 1,3 milhão de pessoas com comorbidades (46%), entre outros. 

“A vacinação evita complicações futuras como pneumonias”, enfatiza Helena Sato, diretora de Imunização da Secretaria da Saúde. “É de grande importância que todos os grupos prioritários compareçam aos postos de saúde. Fazemos um apelo especial aos pais, para que levem os filhos aos postos, e às gestantes, para proteção das mães e bebês”, completa.