segunda-feira, 21/09/2015
Pais e Alunos

Professor cria acróstico para incentivar docentes no combate ao abandono escolar

Ação fez parte da campanha “Quem Falta Faz Falta”, da Secretaria da Educação

Reforçar o contato com os pais, oferecer aulas diferenciadas com maquetes comestíveis e outras atividades que estimulam a presença dos alunos em sala de aula são ações que já estão presentes nas escolas da rede estadual para a campanha Quem Falta Faz Falta, iniciativa da Educação que tem como objetivo combater o abandono escolar.

Siga a Secretaria da Educação no Twitter e no Facebook

Nesse sentido, o professor coordenador do Ensino Médio, Carlos Alberto Auricchio, da E.E. Doutor Vicente Rizzo, localizada no município de Águas de Lindóia, interior de São Paulo, desenvolveu uma atividade diferenciada para a campanha. Por meio de um acróstico, poema em que as primeiras letras de cada verso formam, em sentido vertical, um ou mais nomes ou um conceito, o professor pretende incentivar não só os alunos, como os próprios docentes a aderir à campanha.

A ideia nasceu a partir de uma reunião entre dez escolas com a Diretoria Regional de Ensino de Mogi Mirim para tratar do assunto. “Durante essa reunião, nossa dirigente regional, Elin, propôs, dentre inúmeras ações que apresentamos, que eu criasse um acróstico, já que eu trabalhava há alguns anos com esse tipo de atividade. Eu fui para casa, sentei e comecei a escrever pensando nos alunos que ao longo de minha carreira como professor voltaram à escola por minha causa. Também tive o apoio de nossa diretora, Ana Maria”, revela.

O acróstico, intitulado de Luzes da Esperança, será colocado num painel da unidade escolar para que todos os alunos possam visualizar, ler e se inspirar para fazer da escola um lugar mais feliz. Leia o poema abaixo:

Luzes da Esperança 

Quem falta faz falta e deixa
Um vazio enorme na vida da escola, da gente
E em sua própria vida porque a
Mudança para melhor não ė

Ficar na ausência, no vazio das coisas,
A mudança pra melhor, é preencher a escuridão da ignorância com a
Luz do conhecimento e há um lugar propício que isso possa acontecer e
Tornar o sonho real,
A Escola que acolhe, que envolve, que abraça, que

Faz a gente crescer e sentir saudade das
Aulas, dos dias de aprender, dos colegas, dos professores, dos momentos,
Zênites de Conquistas, de méritos, a custa de dedicação. Momentos que…

Ficam em nossas lembranças para sempre, rostos e sorrisos,
Ali guardados em nossos corações, iluminados, como a Luz do Natal,
Luzes de Esperança, de presença, de abraço e carinho de um
Tempo bom em nossas vidas.. De um tempo feliz de
Amor, de Amizades eternas, feitas de escolas e de vidas, não de vazios…

(…) Que bom que você voltou para eternizar uma escola feliz!

Sobre a campanha

Com o objetivo de garantir o avanço dos índices de presença do aluno da rede estadual em sala de aula, a Educação implantou um conjunto de medidas que diminui para 10% o número de faltas toleráveis. Sendo assim, será reduzido pela metade o percentual de faltas dos estudantes. A lei de 2008 determinava que a comunicação e atuação da direção escolar e dos professores aos responsáveis deveriam ser feitas com 20% de ausências. A nova proposta faz parte da proposta da campanha Quem Falta Faz Falta. Saiba mais aqui