terça-feira, 21/11/2017
A Escola Que Queremos

#Professor: métodos educacionais traz resultados satisfatórios

Técnicas de aprendizado coletivo e da sala de aula invertida aceleram o ensino e desenvolvem novas habilidades

Professor e professora da rede estadual paulista, o ano letivo está chegando ao fim, mas 2018 pode chegar cheio de novos desafios. Diante do atual cenário em que se disputa atenção dos alunos com diversas plataformas online, reinventar a aula é o desafio de todo educador. Usar a criatividade, portanto, pode ser o diferencial na hora de preparar uma aula e acelerar o aprendizado dos alunos.

Confira algumas dicas de métodos educacionais para utilizar e ajudar os alunos a desenvolverem suas habilidades:

Aprendizagem baseada em jogos: você pode utilizar a linguagem dos games para tornar a aula muito mais interessante, motivar os alunos e ajudá-los a desenvolver habilidades e criatividade. Currículo+ e “Cidade em Jogo”, por exemplo, são ferramentas que podem ser introduzidas às aulas.

Aprendizagem baseada em projetos: os alunos podem ser convidados para resolver um desafio a partir de uma questão problema para construir um projeto. As Feiras de Ciências são exemplos de ações assertivas dos educadores.

Aprendizado colaborativo: criar um projeto não precisa ser uma atividade solitária. Incentive os seus alunos a desenvolverem ideias em conjunto, com trabalhos em grupo que desenvolvem o espírito de equipe.

Sala de aula invertida: a ideia é que os alunos estudem o conteúdo em casa, com recursos online e videoaulas, por exemplo, e faça o trabalho de casa na sala de aula. Assim, o professor pode conhecer, de fato, quais são as dúvidas dos alunos.

Cursos online: indique aos seus alunos ferramentas que eles possam utilizar para aprofundar seus conhecimentos online. Aqui também vale usar os recursos da plataforma Currículo+ e se colocar à disposição para tirar as dúvidas dos estudantes.