sexta-feira, 11/05/2012
Últimas Notícias

Professora da rede estadual faz intercâmbio de cinco meses nos EUA

Durante intercâmbio, a educadora cursou uma faculdade americana e estagiou em escolas de Ensino Médio da região  Na próxima semana, a educadora da disciplina de inglês, Lara Bertelli, retornará ao Brasil após cinco meses nos Estado Unidos. O grupo de professores de inglês selecionado pelo projeto americano Líderes Internacionais em Educação (International Leaders In Education […]

Durante intercâmbio, a educadora cursou uma faculdade americana e estagiou em escolas de Ensino Médio da região 

Na próxima semana, a educadora da disciplina de inglês, Lara Bertelli, retornará ao Brasil após cinco meses nos Estado Unidos. O grupo de professores de inglês selecionado pelo projeto americano Líderes Internacionais em Educação (International Leaders In Education Program, ILEP), incluindo a docente paulista, voltará a São Paulo trazendo na mala uma nova e desafiadora vivência.

Lara Bertelli soube da oportunidade de fazer intercâmbio por meio dos coordenadores da escola em que atua,  a escola estadual Armel Miranda, na região de Andradina. Ela se inscreveu no ano passado e passou por um rígido processo seletivo, concorrendo com mais de 500 candidatos de todo o Brasil. “Preenchi um formulário em inglês com aproximadamente 17 páginas sobre toda minha experiência escolar. Os resultados saíram em março de 2011 e eu estava entre os 30 finalistas da primeira fase”, relembra.

No início de 2012, após mais quatro meses de espera, Lara Bertelli, junto com os outros selecionados embarcaram para Washington, onde foram treinados e encaminhados às universidades que os receberiam durante o intercâmbio.

Já nos Estados Unidos, dezesseis professores do mundo, incluindo a brasileira, viajaram para a cidade de Harrisonburg, VA, onde estudaram na Universidade JMU (James Madison University). Lara confessa que a rotina foi puxada: “Frequentávamos quatro dias de aulas na JMU e, uma vez por semana, fazíamos estágio em diferentes escolas de Harrisonburg”.

Segundo a educadora, a experiência não foi apenas para a vida acadêmica. “Conhecer os EUA foi um sonho realizado. Como todo professor de inglês, poder vivenciar a experiência de morar em um país de língua inglesa é algo inexplicável. Aprendo a cada minuto”.

O aprendizado também trouxe para Lara uma nova perspectiva sobre a educação no mundo. Ela relata que o mais interessante não são as diferenças, mas as semelhanças entre o ensino brasileiro e americano: “os professores são muito esforçados. Existem alunos de todos os níveis sociais e etnias e as escolas são gratuitas até o Ensino Médio”, ressalta.

Como parte da programação da IREX, organizadora do projeto, Lara produziu um Módulo de Desenvolvimento Profissional. “Este documento é um treinamento que levaremos para o nosso país e divulgarmos aos colegas de nossa comunidade”, conclui a professora.