segunda-feira, 18/11/2013
Sociedade

Professora é reconhecida como educadora destaque no Prêmio Escola Voluntária

Coordenadora da E.E. Paulo Virgínio, em Cunha, Shirley Rosane concorreu com nove profissionais

“É o reconhecimento do trabalho desempenhado na escola, que visa o combate da falta do conhecimento na disciplina de matemática”, conta a coordenadora da E.E. Paulo Virgínio, Shirley Rosane Aparecida Fernandes Monteiro, sobre o significado do título de “Educador Destaque”, conquistado no 13º Prêmio Escola Voluntária.

Shirley concorreu com nove profissionais de todo o Brasil, mestres responsáveis por projetos que transformaram o ambiente escolar em espaços com aprendizado focado na criatividade e prestação de serviço para a comunidade.

Em Cunha, a educadora coordena as atividades do projeto Clubinho de Matemática, que apresenta novas formas de ensinar conteúdos da disciplina. Por meio de jogos, os alunos são estimulados a solucionar questões de potência, matrizes, equações do 1º e 2º grau.

Siga a Secretaria da Educação no Twitter e no Facebook

Os encontros do Clubinho acontecem no contraturno. À frente das aulas, alunos do Ensino Médio. Os estudantes atuam como voluntários na missão de compartilhar conhecimento e sanar as dúvidas dos amigos.

Com o domínio dos conceitos da disciplina, os participantes do Clubinho exercitam outras capacidades e criam jogos para passar adiante o aprendizado. Os alunos desenvolvem oficinas de matemática na escola e locais espalhados por toda a cidade.

O projeto foi um dos 10 finalistas entre 518 inscritos no Prêmio Escola Voluntária e recebeu menção honrosa. O destaque atrai a participação de mais alunos. “Atualmente, 150 alunos são atendidos e houve um aumento significativo no Ensino Médio para a tutoria”, diz Shirley.

– Leia mais sobre o projeto Clubinho de Matemática