quinta-feira, 19/12/2002
Últimas Notícias

Professores da Rede Pública comemoram formatura em São Paulo

Na última quarta-feira, dia 18, 6.233 professores de 1ª a 4ª série da rede pública estadual obtiveram licenciatura plena em magistério, através do Programa de Educação Contínua de Formação Universitária (PEC / Formação Universitária), da Secretária de Estado da Educação. A cerimônia, considerada a maior do País, aconteceu simultaneamente em São Paulo, Santos, Bauru e […]

Na última quarta-feira, dia 18, 6.233 professores de 1ª a 4ª série da rede pública estadual obtiveram licenciatura plena em magistério, através do Programa de Educação Contínua de Formação Universitária (PEC / Formação Universitária), da Secretária de Estado da Educação. A cerimônia, considerada a maior do País, aconteceu simultaneamente em São Paulo, Santos, Bauru e Jundiaí e pôde ser assistida, via satélite, pela intranet, nos Centros Específicos de Formação e Aperfeiçoamento do Magistério (CEFAMs), pela Rede PEC ou pela internet.

A entrega dos diplomas aos representantes dos formandos foi feita pelo patrono das turmas – governador Geraldo Alckmin -, pelo secretário da Educação, Gabriel Chalita, e pelos reitores da USP, Unesp e PUC-SP: Adolpho José Melphi, José Carlos Souza Trindade e Antonio Carlos Caruso Ronca. Após a colação de grau, os formandos e cerca de 15 mil convidados foram presenteados com o show do cantor Toquinho.

“Esse é um projeto pioneiro porque pela primeira vez o Governo de São Paulo oferece aos professores da rede estadual a oportunidade de fazer um curso de terceiro grau”, declarou o governador durante a cerimônia. Para o secretário Gabriel Chalita, essa formatura é uma conquista para professores e para toda a rede que será beneficiada com tal capacitação. “Estamos iluminando esses profissionais para que eles possam iluminar muitos outros”, disse Chalita.

SOBRE O PEC – O programa foi uma iniciativa da Secretaria Estadual da Educação para oferecer, gratuitamente, curso superior aos seus professores, se antecipando à Lei de Diretrizes e Bases (LDB), que exigirá formação universitária de todos os professores de 1ª a 4ª séries até 2006. Como os profissionais já tinham a experiência, o curso foi desenvolvido num formato diferenciado, mais rápido (18 meses) e utilizando novas tecnologias educacionais como: videoconferências, teleconferências e internet. Além disso, os professores-alunos contaram com aulas presenciais nos CEFAMs, com trabalhos monitorados, vivências educativas e oficinas culturais. As aulas foram ministradas por docentes das três maiores universidades do País: USP, UNESP e PUC-SP, nos 46 CEFAMs – Centros Específicos de Formação e Aperfeiçoamento do Magistério -, distribuídos em 34 pontos em todo o Estado. A gestão do projeto ficou sob o encargo da Fundação Carlos Alberto Vanzolini.

Ampliação da Rede PEC para os Municípios

Após o sucesso alcançado pelo projeto, a Secretaria de Estado da Educação de São Paulo, em parceria com a UNDIME – União Nacional dos Dirigentes Municipais da Educação de São Paulo resolveu ampliar o Programa de Formação Universitária para os municípios. Assim como acontece no Estado, o programa é destinado a professores de 1ª a 4ª séries do Ensino Fundamental e Educação Infantil com formação em nível médio.

Considerado um modelo de programa educacional por secretários municipais de educação, o PEC-Formação Universitária já se estendeu aos quadros de professores de algumas prefeituras paulistas. Até o momento, 88 municípios do Estado já aderiram ao Programa com a participação de cerca de 5.500 professores de Educação Infantil e Ensino Fundamental.

O PEC/Municípios utiliza a mesma metodologia do PEC Estadual e sua estrutura física é composta por 101 unidades escolares, distribuídas pelas várias regiões do Estado. Cada uma abriga até 20 alunos, divididos em 3 turmas de, no máximo, 40 professores-alunos. Os docentes fazem parte de equipes da USP, Unesp e PUC de São Paulo, que se utilizam do curso formatado para o Estado.

Os ambientes de aprendizagem e o equipamento para a transmissão e recepção das aulas foram cedidos pela Secretaria da Educação à União dos Dirigentes Municipais de Educação do Estado de São Paulo (Undime).

As atividades do PEC-Município também estão baseadas em mídias interativas, com aulas presenciais e desenvolvidas com o acompanhamento de um professor-tutor. O professor-aluno ainda tem oportunidade de interagir com outros docentes das universidades em: videoconferências, teleconferências, trabalhos monitorados on-line, vivências educadoras, estudos independentes e nas pesquisas programadas.

O PEC/Municípios deve formar os professores no prazo de dois anos. A primeira etapa da capacitação teve início no dia 9 de dezembro, com o módulo de informática.