terça-feira, 07/11/2006
Últimas Notícias

Profissionais da rede estadual de ensino participam de seminário sobre Escola de Tempo Integral

Educadores foram divididos em duas turmas, e cada uma terá dois dias e meio de programação A secretária de Estado da Educação, Maria Lucia Vasconcelos, participa nesta terça-feira, dia 7, às 11 horas, do I Seminário Escola de Tempo Integral – Renovação e Consolidação, que se estende até dia 10 de novembro, em Águas de […]

Educadores foram divididos em duas turmas, e cada uma terá dois dias e meio de programação

A secretária de Estado da Educação, Maria Lucia Vasconcelos, participa nesta terça-feira, dia 7, às 11 horas, do I Seminário Escola de Tempo Integral – Renovação e Consolidação, que se estende até dia 10 de novembro, em Águas de Lindóia, interior de São Paulo. O objetivo é capacitar supervisores de ensino, assistentes técnico pedagógicos (ATPs), diretores e professores coordenadores das escolas com carga horária ampliada. Os educadores foram divididos em duas turmas: a primeira participa do evento entre os dias 6 e 8 ; e a segunda, de 8 a 10 de novembro.

Oficinas

Serão oferecidas 14 diferentes oficinas, todas com 88 vagas: orientação para estudo e pesquisa; hora da leitura (ciclo I); hora da leitura (ciclo II); experiências matemáticas; inglês; espanhol; informática educacional; atividades artísticas; atividades esportivas e motoras; saúde e qualidade de vida; filosofia, empreendedorismo social; gestão e liderança das Escolas de Tempo Integral; e gestão da Escola de Tempo Integral na Diretoria de Ensino.

Como funciona

Os supervisores de ensino e ATPs – bem como diretores de escolas e professores coordenadores – poderão participar de até 4 (quatro) oficinas, sendo que cada um poderá escolher até 2 (duas) oficinas não coincidentes. As oficinas escolhidas pelo supervisor e/ou ATP também poderão ser escolhidas pelo diretor e/ou professor coordenador. O critério de inscrição para cada oficina é determinado por ordem cronológica, ou seja, os primeiros 88 (oitenta e oito) inscritos terão a vaga garantida.

Escola de Tempo Integral

O Programa Escola de Tempo Integral funciona em 508 escolas do ensino fundamental de todo o Estado, envolvendo 148.697 alunos com nove horas diárias de atividades (7h às 16h10). São 121 escolas na Coordenadoria de Ensino da região metropolitana Grande São Paulo (COGSP) e 387 na Coordenadoria de Ensino do Interior (CEI), envolvendo vinte e cinco Diretorias de Ensino na Capital e Grande São Paulo e sessenta e duas no interior.

No total, 230 municípios são beneficiados: 214 no interior e 16 na Capital e Grande São Paulo.

Mais sobre as Escolas de Tempo Integral

Os alunos que estudam nas escolas integrais entram às 7 horas da manhã e saem às 16h10. São oferecidas três refeições na escola: lanche pela manhã, almoço e lanche à tarde. A maior mudança ocorre dentro da sala de aula. Pela manhã, aulas de todas as disciplinas do currículo, inclusive Educação Física e Educação Artística. À tarde, oficinas culturais com atividades artístico-culturais (dança, música, teatro e artes plásticas), atividades esportivas (várias modalidades, além de atletismo, ginástica, xadrez e jogos cooperativos), orientação à pesquisa e aos estudos, resolução de problemas matemáticos, hora da leitura, informática, práticas em salas ambiente de ciências físicas e biológicas, práticas de educação ambiental e qualidade de vida, e meditação.

A rotina diária inclui ainda língua estrangeira moderna e filosofia (para trabalhar ética com crianças e a arte de conviver bem estimulando o respeito e valores morais), além de atividades para desenvolver uma cultura de empreendedorismo e estímulo ao protagonismo juvenil.