segunda-feira, 07/03/2005
Últimas Notícias

Programa “Educar para Humanizar o Trânsito” inicia nova fase de capacitação

O encontro ‘Educar para Humanizar o Trânsito’, da Concessionária Intervias, será realizado nos dias 7, 8 e 9 de março no salão DB Eventos, em Araras. O objetivo é capacitar 32 educadores de nove escolas públicas e representantes de Diretorias de Ensino e Secretarias Municipais de Educação. As próximas escolas estaduais participantes do programa este […]

O encontro ‘Educar para Humanizar o Trânsito’, da Concessionária Intervias, será realizado nos dias 7, 8 e 9 de março no salão DB Eventos, em Araras. O objetivo é capacitar 32 educadores de nove escolas públicas e representantes de Diretorias de Ensino e Secretarias Municipais de Educação.

As próximas escolas estaduais participantes do programa este ano são: EE Vicente Casale Padovani (Araras); EE Odécio Lucke (Cordeirópolis); EE Antônio Alves Cavalheiro (Engenheiro Coelho); EE Castelo Branco (Limeira); EE Pirassununga (Pirassununga); EE Nelson Fernandes (Santa Rita do Passa Quatro).

O ‘Projeto Escola Intervias’ abrange todos os aspectos de educação no trânsito, baseados em princípios de ética e cidadania. Para isso, os educadores assumem alguns compromissos com a coordenação do projeto e recebem todo o material didático específico.

Cada kit é composto de livro de texto e caderno de atividades ‘ I ‘(dirigidos a alunos de 1ª a 4ª séries) e ‘ II’ (dirigidos a alunos de 5ª a 8ª séries), álbum seriado, jogo educativo, manual interativo e o código de trânsito brasileiro. As Escolas recebem ainda o mapa rodoviário do Estado de São Paulo e a revista de história em quadrinhos “Zé Quest”, com personagens e roteiros criados especialmente para o ‘Projeto Escola’, que é renovado anualmente.

Tanto os materiais didáticos, bem como os recursos pedagógicos, são trabalhados na capacitação, mostrando as diferentes formas de utilização dos mesmos. Sendo assim, os professores aprendem a trabalhar o tema na transversalidade, adaptando-o ao projeto pedagógico da escola, conforme as necessidades e realidades de seus alunos.

O tema se encaixa em todas as áreas curriculares, seja ema Matemática, Língua Portuguesa, Ciências, História, Geografia, etc. Cada educador monta as atividades de classe de acordo com a disciplina.

Muitas dinâmicas são criadas com o intuito de diversificar as diferentes possibilidades de trabalhar o tema dentro e fora da sala de aula. Além disso, os professores recebem ao final da capacitação kits promocionais.

O Projeto já capacitou até hoje 165 educadores, envolveu outros 6, 4 mil professores, atendeu 198 escolas públicas e trabalhou, direta e indiretamente, 157 mil alunos.

Paola Martins