sexta-feira, 26/02/2021
Notícia

Programa Computador do Professor: docentes devem consultar facilidades disponíveis para a compra de equipamentos de informática

Adesão deve ser feita até o dia 31 de março; programa vai fornecer subsídio de até R$ 2 mil para cada beneficiado

Os integrantes do quadro do magistério da rede estadual de São Paulo habilitados em participar do programa Computador do Professor (Professor Conectado) devem consultar as facilidades disponíveis para a aquisição de equipamentos tecnológicos, por meio da Secretaria Escolar Digital (https://sed.educacao.sp.gov.br). A adesão ao programa pode ser feita até o dia 31 de março de 2021.

Confira o manual para a aquisição de equipamentos

As empresas Daten e Magazine Luiza vão conceder condições especiais exclusivas para os participantes do programa.

Ele vai apoiar a compra de computadores (desktops ou notebook) ou tablets adquiridos entre 21 de março de 2020 até 3 de abril deste ano, subsidiando o valor máximo de até R$2.000,00 (dois mil reais) para cada integrante do quadro de magistério beneficiado.

Para solicitar o benefício, o integrante do quadro do magistério deve possuir carga horária atribuída para ministrar aulas ou classes; exercer a função de professor coordenador; ser titular de cargo ou exercer função de diretor de escola, vice-diretor de escola, supervisor de ensino ou dirigente regional de ensino; estar designado para atuar em projetos e programas educacionais da Secretaria; ou, estar designado para atuar no CMSP.

A solicitação de reembolso deve ser feita na SED até o dia 20 de maio. Antes, terá de fazer a adesão disponível até o dia 31 de março. O reembolso parcial ou total será pago em até 24 parcelas mensais e será realizado exclusivamente em conta corrente no Banco do Brasil do beneficiado. É imprescindível que o docente informe os dados bancários na SED.

O valor da parcela mensal do reembolso será calculado pelo valor total do benefício devido, dividido pela quantidade de meses entre a solicitação de reembolso e dezembro de 2022.

Para receber as parcelas do subsídio é necessário não cometer falta injustificada no mês de referência; deixar de lançar notas e frequência no diário digital no mês seguinte ao fechamento do bimestre letivo, de acordo com o calendário escolar; não cumprir a carga horária de 12 (doze) horas de cursos de formação oferecidos pela EFAPE, até o mês subsequente ao encerramento do semestre civil.

Acesse a publicação com detalhes sobre programa