sexta-feira, 04/05/2018
Governo do Estado de São Paulo
Escola da Família

Programa Escola da Família agita o fim de semana na escola Marechal Deodoro

Futebol, jiu-jitsu, ballet e aula de reforço de matemática são algumas das atividades realizadas na unidade escolar

 

As portas da escola Marechal Deodoro, localizada no Centro de São Paulo, permanecem abertas aos finais de semana para a comunidade por meio do programa Escola da Família. São cerca de 2,2 mil unidades de ensino que participam do programa, que oferece atividades culturais e gratuitas para toda a comunidade.

Atualmente, o projeto conta com quase 10 mil parceiros no comando de diversas atividades. “O projeto viver desenvolve atividades como o futebol, que é o futsal, trabalhamos também com atividade de jiu-jitsu, ballet e aula de reforço de matemática especificamente”, conta Alexandre Henrique de Freitas, gestor do programa Viver.

As atividades desenvolvidas nas escolas devem seguir um dos quatro eixos do programa: esporte, prevenção à saúde e geração de renda. “Cada educador universitário participa do seu projeto de acordo com o seu curso ou o que acha de mais interessante para a comunidade. O meu curso como eu faço enfermagem, eu falo mais da questão de prevenção e também e a questão da ação de cuidar”, explica Stefany Carrara Alberto, educadora universitária.

E o Felipe Freitas, pai de um aluno da escola Marechal Deodoro, visitou a escola no fim de semana e acabou se tornando um voluntário do programa. “Acabei sendo convidado a dar aula para crianças também. E com o maior prazer, eu estou aqui, uma honra. Eu acredito que existe um caminho, a gente está plantando uma semente, onde essa semente pode trazer um futuro melhor para essas crianças”, explica.

O Programa Escola da Família tem 14 anos de ações que integram escola e comunidade. “Quando a comunidade participa das atividades, ela está enriquecimento o seu repertório”, afirma a coordenadora geral do Programa Escola da Família, Carmen Lúcia Bueno Valle.