quarta-feira, 16/03/2016
Esportes

Programa forma professores de Educação Física da rede estadual de SP

Diretores e professores de núcleos pedagógicos participam de treinamento online nesta semana

As escolas da rede estadual de ensino também serão ‘sedes’ dos Jogos Olímpicos 2016. O Governo do Estado de São Paulo, por meio da Educação de São Paulo e do Comitê Paulista das Olimpíadas 2016, em parceria com o Ministério da Educação (MEC), participa do Programa Transforma.

Siga a Secretaria da Educação no Twitter e no Facebook

A ideia principal do programa é levar os Jogos Rio 2016 para dentro das salas de aula, além de fortalecer o papel do jovem como agente de transformação por meio de vivências dos valores olímpicos e paralímpicos, experimentação esportiva e estímulo à vida saudável e engajamento nos jogos. A previsão é que professores das cinco mil unidades de ensino sejam capacitados em cursos online e presenciais e cerca de 3,7 milhões de alunos serão beneficiados com o programa.

A primeira fase do projeto é realizada nesta semana em São Paulo. Ontem e hoje, 182 diretores e professores de núcleos pedagógicos de Educação Física recebem, via videoconferência, orientações sobre as atividades e os objetivos da ação. Eles foram escolhidos para serem os multiplicadores nas 91 Diretorias de Ensino e escolas.

Outros objetivos do Transforma são levar aos alunos modalidades de pouca tradição do público brasileiro, como rúgbi e badminton, além de disseminar o espírito olímpico e discutir temas que vão além das quadras, como inclusão, respeito, colaboração e sustentabilidade. Por isso, a proposta é que professores de outras disciplinas façam parte da iniciativa e levem o projeto para o plano de aulas.

Currículo de SP inclui os 26 esportes olímpicos

Na rede estadual, além dos tradicionais jogos coletivos (futebol, handball e vôlei), as escolas oferecem uma série de outras atividades. Entre elas, estão as aulas de baseball, frisbee, badminton, tchoukball e o próprio rúgbi. Na lista de orientações elaboradas pela Coordenadoria de Gestão da Educação Básica (CGEB), há ainda dicas de jogos de tabuleiros e raciocínio, noções e táticas de esportes (coletivos e individuais) e até o estudo de manifestações culturais, como o folclore e o hip hop.